Toyora Corolla Cross e VW Taos: dois SUVs médios rivais, mas com várias diferenças entre ambos
Carlos Gumarães
Toyora Corolla Cross e VW Taos: dois SUVs médios rivais, mas com várias diferenças entre ambos

Ao colocar o Toyota Corolla XRX Hybrid (R$ 200.160) e VW Taos Highline (R$ 204.900) lado a lado temos um dilema: por quase o mesmo preço, vale mais levar o SUV híbrido ou a combustão? Entre prós e contras, a resposta mais direta possível é: a menos que você realmente se importe com o consumo ao rodar na cidade, o modelo da marca alemã acaba sendo a melhor opção, vamos aos detalhes a seguir.

Exceto pelo consumo em trechos urbanos , quando o motor elétrico da Toyota dá uma boa ajuda, o VW supera o rival nos demais quesitos, com acabamento mais caprichado, itens mais sofisticados, melhor desempenho e espaço extra no porta-malas, o que é importante em um SUV médio, mais voltado para levar a família que gosta de viajar. 

Talvez a Toyota tenha passado um pouco do limite ao simplificar a versão vendida no Brasil do Corolla Cross com itens como freio de estacionamento acionado pelo antiquado "pedalzinho" do lado esquerdo, com um cluster que não é totalmente digital e configurável, como no VW Taos e com um teto solar que não é panorâmico e, ainda por cima, opcional.

Levando em conta as versões topo de linha de ambos os modelos, o nível de equipamentos do Taos é maior. Há itens que o VW tem e o Toyota não, como porta-luvas climatizado e iluminado, carregador de celular por indução, sistema Stop&Start, hastes para trocas no volante, monitoramento da pressão dos pneus, vetorização de torque, frenagem automática nas manobras, entre outros.

A bordo de ambos os modelos, fica claro que o VW Taos é mais sofiticado até por detalhes, como o filete de LED no painel. Quanto ao espaço interno, porém, ambos de equivalem, com 2,64 metros de entre-eixos do Corolla Cross e 2,68 m do Taos, que leva uma pequena vantagem na hora de levar a bagagem no porta-malas, com 500 litrios, ante 440 litros do rival. E o espaço fica mais arejado no VW com o teto solar panorâmico, que é opcional no Corolla Cross.

Na hora de acelerar os dois, o VW Taos mostra mais fôlego , com o motor 1.4 turboflex, de 150 cv e bons 25,5 kgfm a meros 1.500 rpm que funciona com câmbio automático de seis marchas. O conjunto do Toyota Corolla Cross e bem diferente, com motor 1.8 de ciclo Atkinson , de apenas 101 cv e 14,5 kgfm que funciona com o elétrico de 72 cv e 16,6 kgfm, o que leva a uma potrência combinada de 122 cv.

A grande vantagem desse conjunto da Toyota é a economia de combustível na cidade. Conforme dados do Inmetro, o Corolla Cross XRX Hybrid é capaz de fazer 17 km/l de gasolina em trechos urbanos, ante 10,2 km/l do VW Taos Highline.

Interior do Corolla Cross é mais simples que o do VW Taos com vários aspectos
Divulgação
Interior do Corolla Cross é mais simples que o do VW Taos com vários aspectos

Com etanol, a boa distância entre os dois continua, com 11,8 km/l do Toyota e 6,8 km/l do VW. Isso significa uma autonomia teórica de 612 km na cidade a bordo do Corolla Cross e de 520 km no Taos, com gasolina, uma difença de 92 km.

Mas essa questão do baixo consumo na cidade é uma das únicas vantagens do Toyota em relação ao Volkswagen . Se formos nos voltar à questão do desempenho, o Taos deixa o Corolla Cross comendo poeira, com aceleração de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos, ante 13s do rival e máxima de 193 km/h, contra 170 km/h do concorrente.

Quando ao consumo na estrada, ambos ficam bem mais próximos, ainda conforme dados do Inmetro. O Corolla Cross faz 13,9 km/l de gasolina, ante 12,2 km/l no Taos, que fica em 8,5 km/l de etanol em trechos rodoviários, contra 9,6 km/l do Toyota, que também se mostra mais econômico, mas com uma vantagem menor.

Além do cluster totalmente digital e configurável, multimídia do Taos é mais moderna, entre as vantagens
Divulgação
Além do cluster totalmente digital e configurável, multimídia do Taos é mais moderna, entre as vantagens

Até pelo maior vão livre do solo, de 18,5 cm do Taos ante 16,1 cm do Corolla Cross, o VW tem mais facilidade de superar obstáculos urbanos, como valetas e lombadas. Além disso, o aspecto visual do SUV da VW acaba sendo um pouco mais moderno por detalhes como a grade dianteira com filete de LED.

Conclusão

Não resta dúvida de que em tempos de combustíveis caros é tentador optar pelo Toyota Corolla Cross híbrido , que é bem mais econômico que o rival VW Taos Highline , principalmente na cidade. Mas essa questão da economia de combustível é praticamente a única vantagem do modelo da marca japonesa na comparação com o rival.

Ficha técnica

Toyota Corolla Cross XRX 1.8 Hybrid

Preço: a partir de R$ 200.160

Motor: 1.8, quatro cilindros, flex

Potência: 101 cv (E) / 98 cv (G) a 5.200 rpm (122 cv com o elétrico)

Torque: 14,5 kgfm a 3.600 rpm (16,6 kgfm com o elétrico)

Transmissão: Automático, CVT, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos sólidos (traseiros)

Pneus: 225/50R 18

Dimensões: 4,46 m (comprimento) / 1,83 m (largura) / 1,62 m (altura), 2,64 m (entre-eixos)

Leia Também

Leia Também

Tanque: 36 litros

Porta-malas: 440 litros 

Consumo etanol: 11,8  km/l (cidade) / 9,6 km/l (estrada)

Consumo gasolina: 17 km/l (cidade) / 13,9 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 13 segundos 

Velocidade máxima: 170 km/h

VW Taos Highline

Preço: R$ 204.900

Motor: 1.4, quatro cilindros, turboflex

Potência:  150 cv a 5.000 rpm

Torque:  25,5 kgfm a 1.500 rpm

Transmissão:  Automático, seis marchas, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / Eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos sólidos (traseiros)

Pneus:  215/55 R18

Dimensões: 4,46 m (comprimento) / 1,76 m (largura) / 163 m (altura), 2,68 m (entre-eixos)

Tanque: 51 litros

Porta-malas: 500 litros 

Consumo etanol: 6,8  km/l (cidade) / 8,5 km/l (estrada)

Consumo gasolina: 10,2 km/l (cidade) / 12,2 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 9,3 segundos 

Velocidade máxima: 194 km/h


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários