BMW está validando a capacidade de fabricação de baterias de ions de lítio em larga escala
Reprodução
BMW está validando a capacidade de fabricação de baterias de ions de lítio em larga escala

A BMW é uma das fabricantes que mais investe na mobilidade elétrica e, para se manter em destaque no setor, a marca de Munique (Alemanha) anuncia investimento de €170 milhões (R$ 878 milhões) em um Centro de Competência de Fabricação de Células (CMCC).

Apesar do nome complicado, o centro será uma fábrica de células de baterias que será localizado em Parsdorf, próximo a Munique. Com uma área de 15.000 m², o CMCC atenderá todas as condições necessárias para produzir células de baterias de íons de lítio.

Com a criação do centro de competência a BMW irá poder “analisar e compreender os processos de criação de valor da célula” de íon-lítio e assim, nos modelos futuros, a BMW poderá especificar aos seus fornecedores como necessitam que as células sejam produzidas, e assim, apresentarem um produto melhor em relação à qualidade.

“O Centro de Competência de Fabricação de Células em Parsdorf é o próximo passo lógico para entrar em todos os aspectos da cadeia de valor da célula de bateria", disse Markus Fallböhmer, Head de Motores de Linha de Produção de E-Drives do Grupo BMW.

Centro de pesquisa de células de íons de lítio do Grupo BMW, na Alemanha
Divulgação
Centro de pesquisa de células de íons de lítio do Grupo BMW, na Alemanha

No primeiro momento a BMW descarta a produção de células em larga escala, então, não haverá baterias 100% desenvolvidas pela fabricante. Entretanto, com um centro de pesquisa tão grande sendo construído, não surpreenderia se a BMW desenvolvesse suas próprias baterias num futuro próximo, ou quando entender que será mais vantajoso não depender de fornecedores.

“Estamos validando a capacidade de fabricação de células de bateria de íons de lítio para produção padrão em larga escala, com relação à qualidade, eficiência e custos”, comentou Fallböhmer.

Por envolver tecnologias complexas, a produção das células de bateria será implementada em etapas a partir do segundo semestre.

O trabalho desenvolvido em Parsdorf terá foco também em inovação de processos e sistemas de produção de células de baterias visando implementá-las na próxima plataforma da fabricante, a Neue Klasse, que esta prevista para ser utilizada a partir de 2026 em modelos elétricos da BMW.

As operações em Parsdorf, portanto, dependerão da eletricidade produzida com energia renovável, inclusive de sistemas fotovoltaicos no telhado do edifício.

No Brasil projeto da BMW dá segunda vida à baterias usadas na fábrica da marca em Santa Catarina
Divulgação
No Brasil projeto da BMW dá segunda vida à baterias usadas na fábrica da marca em Santa Catarina

O BMW Group origina células de bateria dos principais fabricantes de células. A criação de valor restante, ou seja, preparação de células e produção de módulos e baterias de alta tensão ocorre no fabricante.

Os componentes da unidade de potência elétrica são fabricados em vários locais da rede de produção do BMW Group.

Por exemplo, baterias de alta tensão , módulos de bateria e componentes são produzidos na Alemanha, nas fábricas Dingolfing, Regensburg e Leipzig. Outros componentes da unidade de potência elétrica vêm da fábrica de Spartanburg  (EUA) e da joint venture BMW Brilliance Automotive, na China.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários