SUV estreia tecnologias mais sofisticadas que, inclusive, poderão equipar outros modelos no futuro
Divulgação
SUV estreia tecnologias mais sofisticadas que, inclusive, poderão equipar outros modelos no futuro

A CAOA Chery mudou os rumos de sua operação no Brasil. Agora, a fabricante irá oferecer apenas modelos eletrificados. O maior deles é o novo Tiggo 8, que também é o único híbrido do tipo plug-in.

O Tiggo 8  é o modelo mais completo da gama da Chery, atualmente. A versão PRO Plug-in Hybrid será disponibilizada a partir agosto. O maior destaque vai para seus dois motores elétricos que auxiliam o motor a combustão 1.5 turbo, que só aceita gasolina.

Os três motores somados entregam 317 cv de potência máxima, e levam o Tiggo de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos. Segundo a Chery , o consumo médio combinado é de 42,7 km/l, auxiliado pela transmissão DHT, dedicada a motorizações híbridas .

Os motores elétricos do Tiggo 8 PRO possuem 75 cv e 95 cv, com torque de 17,3 e 16,8 kgfm, respectiivamente, enquanto o motor a combustão gera 147 cv de potência e 22,5 kgfm de torque.

Diferente de alguns híbridos comercializados no Brasil, o Tiggo 8 Pro pode ser carregado em tomadas domésticas ou carregadores públicos/semi-públicos, e tem uma autonomia declarada de até 77 km de forma 100% elétrica.

Para recarga, é diponibilizado junto com o veículo um carregador portátil do Tipo 2 que completa as baterias em 6 horas, quando conectado há uma tomada doméstica de 220 V.

Segundo a Chery o novo câmbio automático DHT é a primeira transmissão dedicada à veículos híbridos do mundo, e é composta por dois motores elétricos e três marchas mecânicas. Utiliza de 11 marchas com foco na economia de combustível.

O Tiggo 8 PRO traz modos de potência EV (100% elétrica) e a híbrida HEV, que utiliza os três motores conforme necessário. Também existem dois modos de condução: o Normal prioriza a economia de combustível, enquanto o Sport é voltado para um maior desempenho e só é disponibilizado quando utiliza os três motores do carro.

O condutor também poderá gerenciar a utilização das baterias. É possível ordenar que a bateria não fique abaixo dos 70% de carga, assim, o veículo irá entregar a energia de forma mais econômica. Outra opção é ajustar para 20%, e nesse caso, a carga máxima da bateria será disponível, até o nível de energia chegar a 20%

As baterias de 15kWh do Tiggo 8 PRO Plug-in Hybrid podem ser recarregadas também com a frenagem do veículo. O modelo possui um sistema que recupera a energia cinética gerada durante frenagens e desacelerações e a destina para as baterias.

Existem quatro níveis de regeneração. A automática é ativada durante as  frenagens. Já o nível 1 é o mais permissivo, mas também regenera menos, enquanto o nível 3, busca aumentar a autonomia e basta tirar o pé do acelerador parar o veículo já recuperar energia.

O Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid traz todos os sistemas de segurança e auxílio a condução já disponíveis na versão a combustão do Tiggo 8, como ESP e Controle de tração por exemplo, mas adiciona Piloto automático adaptativo, Frenagem automática de emergência, alerta de colisão frontal.

Ainda há um assistente de congestionamento, sinal sonoro e de vibração no volante, caso o motorista mude de faixa sem dar a seta. Além disso, traz um sistema auxiliar para manter o carro na faixa, e faróis inteligentes que alternam entre alto e baixo automaticamente, dependendo do trânsito de veículos no sentido contrário.

O Tiggo 8 híbrido também traz um novo visual. A grade frontal foi remodelada a agora apresenta um formato “diamond” e possui detalhes cromados, além de novos para-choques, faróis em LED, e novas rodas, exclusivas da versão híbrida.

No interior, a tela de 24,6 polegadas é a grande estrela, e integra o painel de instrumentos e o multimídia. O ar condicionado também é controlado através de uma ela sensível ao toque, mas de 8 polegadas. O sistema de som é alta qualidade assinado pela Sony.

Disponível já em pré-venda por R$ 269.990, o Tiggo 8 PRO Plug-in Hybrid chegará as lojas em agosto e terá duas opções de cores: Branco e Preto metálico.

Além disso, o modelo contará com 8 anos de garantia para as baterias e motores elétricos, enquanto para o motor a combustão e transmissão, será de 5 anos. Para o veículo como um todo, serão 3 anos de cobertura.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários