Primeiro carregador rápido ABB instalado no posto Graal 67, na Rodovia Anhanguera, em São Paulo
Divulgação
Primeiro carregador rápido ABB instalado no posto Graal 67, na Rodovia Anhanguera, em São Paulo

Buscando se manter na liderança no segmento de soluções de carregamentos de veículos elétricos, a ABB E-mobility inaugura sua maior fábrica de carregadores, o “Centro de Excelência em E-Mobility”, localizado em Valdarno, na Itália.


A nova fábrica irá ter a produção focada em soluções de carregamento de Corrente contínua (DC) e segundo a ABB, seus carregadores irão contemplar todos os setores de transporte que utilizem de energia elétrica.

A ABB informa que já vendeu mais de 680 mil carregadores veiculares em mais de 85 países, e esse novo investimento de US$ 30 milhões serviu para dobrar a capacidade de produção e ampliar a fábrica, que agora pode construir mais de 10 mil carregadores do tipo DC anuais.

“A abertura de nossa nova instalação em Valdarno demonstra o compromisso da ABB em construir um futuro de emissão zero . Além do aumento da capacidade de produção, o investimento ajuda a consolidar nossa reputação como líder mundial em soluções de carregamento de veículos elétricos , fornecendo soluções para os veículos de hoje e amanhã." Declarou Frank Mühlon, CEO da ABB E-mobility.

A nova fábrica conta com sete linhas de produção, e quinze instalações de testes que conseguem realizar até mais de 400 seções de recarga por dia consegue produzir um carregador do tipo DC a cada 20 minutos

Nova estrutura conta com carregadores para funcionários e usuários de carros elétricos
Divulgação
Nova estrutura conta com carregadores para funcionários e usuários de carros elétricos

A tecnologia está presente em todos os lugares da fábrica, até o chão da estrutura é automatizado e é conectado ao armazém, e controla o estoque, que é totalmente rastreado e apoiado com veículos guiados automaticamente .

A ABB investiu cerca de 14% das suas receitas de 2021 em Pesquisa e Desenvolvimento, e a nova estrutura terá um espaço de 3.200 m² para a prototipagem de novos produtos.

Além disso, mais de 10% dos funcionários da estrutura serão responsáveis para soluções inovadoras como softwares e novas ferramentas de gerenciamento de vida de baterias de veículos elétricos.

Além disso, a fábrica de Valdarno (Itália) busca ser o mais eficiente possível e coleta água da chuva e utiliza na irrigação, os resíduos de produção são reciclados e a energia utilizada na fabricação é oriunda da energia solar , e todos esses recursos evitam a emissão de 338 toneladas de CO2 por ano.

Segundo a ABB toda a sua rede de transporte corresponde a 29% da emissão de gases poluentes da empresa, e a busca por desenvolvimento de tecnologias de baterias elétricas e carregamentos de ônibus e veículos pesados, podem auxiliar neste sentido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários