Chevrolet Bolt EV chegará um ano após atualização no mercado norte-americano
Divulgação
Chevrolet Bolt EV chegará um ano após atualização no mercado norte-americano

O Chevrolet Bolt é um carro importante para a Chevrolet, já que marca a visão da fabricante de carros elétricos. Desde 2016, o modelo elétrico da Chevrolet é vendido na América do Norte.

Agora, o modelo será oficialmente oferecido no Brasil, apesar de existir algumas unidades do antigo visual no país. Desse modo, o Bolt reestilizado deverá chegar a partir de agosto.

A linha 2023, além do novo visual, traz um novo sistema de recarga de 11 kW (antes era de 7 kW), o que permite 68 km de autonomia por hora de recarga, e a carga completa leva cerca de 7 horas, contra 10 do antigo modelo.

O Bolt recebeu a atualização visual em 2021 e a GM até anunciou a pré-venda do modelo no ano passado, mas devido a um recall global de baterias e a interrupção da produção do modelo, a pré-venda foi cancelada.

Além disso, contará com apenas um motor elétrico de 200 cv e 36,7 kgfm de torque. As baterias são de 65 kWh e permitem 416 km de autonomia, aferidos no padrão americano de medição, o EPA.

Em agosto de 2021, o preço de pré-venda do Bolt era de R$ 317.000, mas como citado acima, a produção foi interrompida nos Estados Unidos. Quando a fabricação retornou, a Chevrolet adotou uma abordagem agressiva de preços, com cerca de US$ 6 mil (R$ 31.887) de desconto, para fazer o Bolt mais competitivo no mercado.

No site oficial da Chevrolet, o Bolt parte de US$ 31.500 (R$ 167.362,65), mas nos Estados Unidos há incentivos fiscais que fazem o valor do Bolt 2023 cair para US$ 26.595 (R$ 142.400)

A Chevrolet não divulgou os preços para o Brasil, mas se os valores praticados nos Estados Unidos não sofrerem grandes aumentos, o Bolt será competitivo no mercado Brasileiro, com preço acima do  Caoa Chery iCar, Kwid E-tech e JAC E-JS1 .

Além do compacto Bolt, a Chevrolet irá oferecer o SUV Bolt EUV, que parte de US$ 33.500 (R$ 178.000), e além da carroceria e espaço maiores, oferece 450 km de autonomia e nas versões topo de linha oferecem direção autônoma.

Encerrando a ofensiva da GM será a vez da Blazer EV, que tem desenho de SUV esportivo e irá trazer o nome da década de 90 mas com alto desempenho, devido aos seus 560 cv de potência e 0 a 100km/h abaixo dos 4 segundos.

O último modelo será o Equinox EV (que não tem nada de semelhante com o Equinox a combustão) que deverá ser comercializado a partir de US$ 30.000 no mercado norte-americano.

A Blazer só deve chegar ao Brasil partir do segundo semestre de 2023, enquanto o Equinox apenas em 2024.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários