Hiperesportivo híbrido, de 887 cv, deu perda total em um acidente e agora é vendido por R$ 288 mil.

O estado deste Porsche 918 Spyder é para fazer chorar qualquer pessoa apaixonada por carros. Uma das 918 unidades do carro se envolveu em um acidente bem sério, a ponto de ficar completamente destruído. Seu dono rodou por apenas 148 km. Agora o hiperesportivo está sendo leiloado para desmanche por US$ 80,5 mil (cerca de R$ 288 mil).

Esse valor de leilão não parece muito, não é? No entanto, esse é um carro que foi vendido por R$ 3,8 milhões no Brasil em 2014. A venda está nas mãos da Copart , empresa especializada em leilões de carros para desmanche. Não há informações sobre quem passou o esportivo para a Copart, o mais provável é que tenha sido a seguradora.

Como nos EUA não existe a mesma regra no Brasil de que carros de desmanche não podem mais serem reemplacados, é possível que o comprador tente reformá-lo, embora vá gastar uma pequena fortuna. Um catálogo de peças para o 918 Spyder na internet sugere que o custo de um novo motor é de US$ 203 mil (R$ 727 mil). A transmissão? US$ 69 mil (R$ 247 mil). Isso sem contar o custo para comprar o carro, que pode subir muito mais, por se tratar de um carro de produção limitada.

É uma pena que uma máquina dessas tenha sido vítima de um acidente tão grave. O 918 Spyder é um dos três carros que formam a trindade atual dos hiperesportivos com sistemas híbridos, ao lado da LaFerrari e McLaren P1. Desenvolvido para ser um híbrido de alto desempenho, o 918 Spyder tem 887 cv de potência total, o que é suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2.8 segundos. Com ajuda dos motores elétricos, o novo superesportivo pode fazer uma média de até 33,3 km/l, de acordo com a Porsche.

Fonte:  Copart

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.