Alavanca da transmissão dá um nó na cabeça dos motoristas, que não a colocavam na posição P antes de sair do carro

Ao contrário da maioria dos carros, os modelos afetados usam uma alavanca de câmbio que volta para a posição central após a troca de marcha.
divulgação/FCA
Ao contrário da maioria dos carros, os modelos afetados usam uma alavanca de câmbio que volta para a posição central após a troca de marcha.

A Fiat-Chrysler  anuncia um recall de 1,1 milhão de veículos no mundo todo para realizar mudanças no câmbio automático ZF de oito marchas. A convocação afeta 812 mil unidades nos EUA, 52 mil no Canadá, 17 mil no México e outras 219 mil unidades em outros países – o que pode incluir o Brasil, pois envolve o Jeep Grand Cherokee 2014 e 2015.

O motivo da campanha é a falta de atenção dos proprietários dos modelos  Dodge Charger Chrysler  300 , produzidos entre 2012 a 2014 e Jeep Grand Cherokee  2014 e 2015, equipados com o câmbio automático de oito marchas. A alavanca da transmissão funciona como um joystick, da mesma forma que nos carros da BMW , sempre retornando para a posição central após realizar uma troca. Isso fez com que alguns clientes esquecessem de colocar o carro na posição P (estacionamento) para travar o automóvel. Há relatos de casos em que o veículo começou a se mover e, segundo a FCA , 41 pessoas sofreram ferimentos.

Com o recall, a Fiat-Chrysler irá instalar um sistema que evita o movimento do veículo mesmo se o câmbio não estiver na posição P, além de reforçar alertas visuais e sonoros sempre que o carro estiver com a porta aberta enquanto o motor estiver ligado.

A reportagem de iG Carros tentou entrar em contato com a Fiat-Chrysler mas, devido ao feriado, não obteve resposta sobre a possibilidade do recall incluir o Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.