Tamanho do texto

Comunicado à imprensa mostra que fabricante está disposta a manter liderança de vendas com uma série de lançamentos

Chevrolet Bolt poderá estar entre as 30 novidades que serão lançadas pela GM no Mercosul nos próximos 4 anos
Caue Lira/iG
Chevrolet Bolt poderá estar entre as 30 novidades que serão lançadas pela GM no Mercosul nos próximos 4 anos

A General Motors divulga à imprensa que vai lançar 30 novidades, entre carros novos, versões e séries especiais na América do Sul até 2022. De acordo com o presidente da GM Mercosul, Carlos Zarlenga, trata-se da maior renovação da linha Chevrolet na história da marca na região.

LEIA MAIS:  GM anuncia novo investimento de R$ 4,5 bilhões para renovar linha no Brasil

O anúncio oficial da GM é mais um indício de que o novo regime automotivo, conhecido como Rota 2030, está prestes a ser aprovado pelo governo federal. Isso porque, entre as novidades, deverá estar o elétrico Bolt , que poderá ser vendido no Brasil a partir do ano que vem, conforme o que disse a própria fabricante, no Salão de Detroit (EUA), em janeiro, quando foi dito que a marca quer ser líder no processo de eletrificação veicular.

De qualquer forma, levando em conta o que deverá chegar primeiro ao Brasil, entre os lançamentos programados, estão as versões renovadas da dupla Onix e Prisma, como parte da linha 2019. Isso deverá acontecer no já fim desde mês. Em seguida, deverá chegar a minivan Spin com algumas mudanças, com apresentação estimada para ser entre o fim de junho e o início de julho.

 LEIA MAIS: GM anuncia expansão de fábrica e novos modelos a partir de 2020

Chevrolet Cruze renovado também deverá estar nos planos de lançamentos no Mercosul
Divulgação
Chevrolet Cruze renovado também deverá estar nos planos de lançamentos no Mercosul

A reportagem de iG Carros chegou a publicar algumas  imagens da minivan em testes no interior de São Paulo, ainda camuflada. Entre as novidades deverão estar incluídos retoques no desenho, com lanternas traseiras montadas na vertical e, no interior, nova central multimídia.

Na lista de renovações, também está incluído  o Cruze, que já fo mostrado nos Estados Unidos. As alterações serao sutis, resumindo-se apenas a inclusão de para-choques redesenhados, novos detalhes nas lanternas e faróis e novas rodas.

O que mais poderá vir por aí

O protótipo Chevrolet Adria deverá servir de base para um dos SUVs que a GM vai lançar até 2022
Divulgação
O protótipo Chevrolet Adria deverá servir de base para um dos SUVs que a GM vai lançar até 2022


Mas as principais novidades deverão começar a aparecer apenas a partir de 2019. Entre as quais poderá estar a nova geração do sedã Cobalt, fabricado sobre a nova plataforma que está sendo desenvolvida em conjunto com a chinesa SAIC. Com essa base é que a GM vai formar a nova família de modelos da qual farão parte os novos Onix, Prisma, Spin e Montana.

Além disso, haverá novos SUVs. Um deles deverá  seguir os moldes do protótipo Adria (foto acima), mostrado em 2014, na Índia. Mas não é possível afirmar se o mesmo será fabricado em Gravataí (RS), ou nas facilidades de São Caetano do Sul (SP), de onde saem a minivan Spin e o sedã Cobalt. Esses novos modelos vão passar a ser equipados com os motores inéditos que serão montados em Joinvile (SC), a partir de julho de 2019. Ao todo, a GM deverá investir R$ 13 bilhões na renovação da sua linha no Mercosul.

LEIA MAIS: Chevrolet anuncia investimento de R$ 1,9 bilhão para fabrica de Joinville (SC)

Os novos motores terão 1.0 ou 1.4 litro de cilindrada, sobrealimentados ou não. Os menores terão três cilindros e vão se basear no projeto da Opel, que passou recentemente a ser controlada pelo Grupo PSA.  Será uma nova jornada de lançamentos da GM daqui para frente, numa disputa acirrada com a Volkswagen pela liderança de vendas no mercado de automóveis e comerciais leves no Brasil.