Nova geração do hatch médio chega com uma série de vantagens em relação à anterior. Preços partem de R$ 89.990 na versão mais em conta LT


Chevrolet Cruze Sport 6
Divulgação
Chevrolet Cruze Sport 6

A GM apresenta a nova geração do Cruze Sport6, que começa a chegar às lojas em nos próximos dias, em três versões com algumas vantagens em relação ao modelo anterior. De acordo com a fabricante, o carro está 20% mais leve e com carroceria 6% mais rígida, o que ajuda na dirigibilidade.

LEIA MAIS:  Novo Chevrolet Cruze chega ao Brasil a partir de R$ 89.990

Além disso, a parte  aedinâmica passa a ter um coeficiente de arrasto 3% melhor e toda parte de freios e pneus oferece menos resistência. Com tudo isso, ainda segundo a marca, o hatch ficou  28% mais econômico, chegando a fazer 9,3 km/l na cidade e 13,6 km/l na estrada, conforme os dados do Inmetro. 

As evoluções na comparação com o Cruze Sport6 anterior continuam com o interior mais silencioso. Com bom isolamento acústico, o carro passa a ter uma cabine 13% mais silenciosa, ainda de acordo com a GM . A distância entre-eixos também melhorou, agora de 2,70 metros, o que favorece o espaço interno para quem for sentado no banco traseiro.

São várias as melhorias, já que o carro é completamente novo, baseado no Astra vendido na Europa. Mas o conjunto mecânico é o mesmo do Cruze hatch, com motor 1.4 turbo de 153 cv e 24,5 kgfm de toque que funciona com câmbio automático de seis marchas, números para acelerar de 0 a 100 km/h em 9 segundos e atingir 210 km/h, diz a GM.

Depois da primeira volta no hatch


A reportagem de iG Carros participou do breve teste drive e conseguiu colher as primeiras impressões ao dirigir. Num primeiro momento, o que foi possível concluir é que o hatch ficou mesmo um pouco mais firme nas curvas na comparação com o sedã por causa da recalibragem dos amortecedores e do eixo traseiro 10% mais rígido.  Mudaram também o ajuste da direção, mas ficou difícil notar alguma diferença no curto trecho da Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo.

LEIA MAIS: Chevrolet Cruze faz 14 km/l em teste nos Estados Unidos

O motor 1.4 turbo rende bom desempenho, mas para quem curte uma tocada mais esportiva faltaram as hastes do câmbio atrás do volante para trocas sequenciais, o que é possível fazer apenas pela própria alavanca no console central. Além disso, bem que poderiam ter deixado um pouco mais curtas as relações de marchas intermediárias para favorecer as retomadas e evitar reduções em leves aclives na estrada, o que deixaria o carro mais ágil e dentro da proposta de hatch com certo apelo esportivo. 

E para quem for sentado no banco traseiro, o ideal é não ter mais de 1,75 m de altura, já que pode correr o risco e encostar a cabeça no teto. Apertado também é o porta-malas, que tem apenas 290 litros. E o estepe é aquele do tipo “safe space”, bem mais estreito que as rodas de aro 17 e feito apenas para rodar até 80 km/h a caminho do borracheiro.

Versões, equipamentos e preço

O hatchback médio tem preço inicial de R$ 89.990, na versão LT , subindo para R$ 101.190 na configuração LTZ e chega a R$ 110.990 na versão topo de linha LTZ Plus .

Entre outros equipamentos, a versão mais em conta LT vem com ar-condicionado digital, direção elétrica, controle eletrônico de estabilidade e tração, quatro airbags (frontais e laterais), central multimídia MyLink 2 com tela sensível ao toque de 7 polegadas e espelhamento de celular, câmera de ré, sistema start-stop para o motor, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, computador de bordo, assistente de partida em rampas, sensor de estacionamento traseiro, e o sistema de auxílio OnStar.

LEIA MAIS: Chevrolet Prisma vira um Cruze em miniatura, mas cobra por isso

Em seguida vem a LTZ , que adiciona acendimento automático dos faróis, chave presenciais, faróis com projetores, luzes diurnas em LED, bancos com acabamento de couro, sensor de chuva, partida do motor pela chave com acionamento do ar condicionado e central MyLink2 com tela de 8 polegadas e com navegador por GPS integrado. Custa R$ 101.190, R$ 1.300 a mais do que o sedã, porque inclui teto-solar, item exclusivo no hatchback.

No topo de linha está a LTZ Plus . A diferença no preço fica por conta do pacote com os seguintes itens de segurança: alerta de colisão frontal, aviso de ponto-cego, além de assistentes de permanência em faixa e de estacionamento. Conta também com carregador de celular por indução e banco do motorista com ajuste elétrico.

De acordo com a GM , a marca pretende conquistar 1/3 do segmento de hatches médios no Brasil com o lançamento do Cruze Sport6 da nova geração. E vender em torno de 1.500 unidades por mês ao longo do ano que vem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.