Ainda importado do México, Nissan Kicks perde itens para ficar mais barato. Versão nacional, produzida em Resende (RJ), fica para 2017

Em sua configuração intermediária, o Nissan Kicks perde as câmeras de visão 360° e troca os bancos de couro por tecido.
Nicolas Tavares/iG Carros
Em sua configuração intermediária, o Nissan Kicks perde as câmeras de visão 360° e troca os bancos de couro por tecido.

Aos poucos, o Nissan Kicks começa a ganhar versões mais baratas. Atualmente vendido apenas na configuração topo de linha SL, por R$ 89.990, o utilitário compacto ganhará a opção intermediária SL Limited , disponível nas concessionárias no fim de novembro. Preços ainda não foram revelados, mas podemos esperar que custe algo na casa dos R$ 80 mil, por perder apenas alguns equipamentos em relação ao Kicks SV , mantendo a motorização.

LEIA MAIS:  Aceleramos o Nissan Kicks, rival de Honda HR-V, Jeep Renegade e companhia

Nessa configuração, o Nissan Kicks fica sem as quatro câmeras que fornecem visão em 360 graus e os bancos de couro. Continua a vir com controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, sensor de estacionamento, central multimídia com navegação por GPS, tela TFT no painel de instrumentos, direção elétrica com ajuste de altura e profundidade, ar-condicionado de duas zonas e bancos com tecnologia “gravidade zero” (de tecido ao invés de couro). Não afirmaram, mas deve perder os seis airbags, contando apenas com os dois frontais exigidos por lei.

LEIA MAIS: Novo Nissan March é revelado por completo. Deve chegar ao Brasil em 2018

Sob o capô continua o motor 1.6, de 114 cv e 15,5 kgfm, tanto com etanol quanto com gasolina, combinado ao câmbio Xtronic CVT – a transmissão manual ficará para a versão mais em conta, prevista para o primeiro semestre de 2017. Os dados de consumo do sistema de etiquetagem do Inmetro dizem que Kicks faz 13,7 km/l na estrada e 9,6 km/l na cidade, com gasolina. Se abastecido com etanol, o rendimento passa para 11,4 km/l e 8,1 km/l, respectivamente.

Nacional fica para 2017

Ainda sem preço divulgado, a estimativa é que seja vendido por cerca de R$ 80 mil. A única versão nas lojas no momento custa R$ 89.990.
Nicolas Tavares/iG Carros
Ainda sem preço divulgado, a estimativa é que seja vendido por cerca de R$ 80 mil. A única versão nas lojas no momento custa R$ 89.990.

Toda a programação do Kicks sofreu um atraso, motivo pelo qual a marca teve que pedir ajuda para a fábrica no México. É de lá que vem as unidades do SUV vendidas desde o lançamento em agosto. Essa configuração intermediária também virá de lá, enquanto os funcionários do complexo em Resende (RJ) terminam o treinamento. Já montaram uma carroceria de teste, mas o Kicks nacional deve chegar às concessionárias apenas em 2017, quando enfim teremos a configuração de entrada.

LEIA MAIS: Nissan Sentra 2017 tem a mesma alma, apesar do olhar mais agressivo

Será importante para o sucesso do SUV. Desde que começou a ser vendido, em agosto, o Nissan Kicks contabiliza 6.384 unidades, ocupando a 10ª colocação entre os SUVs. É uma média de respeito e que deve melhorar ainda mais com a chegada do modelo nacional, já que a única opção no momento é a versão mais cara do utilitário. Fontes ligadas à marca revelam que a configuração SV deve ser a de maior volume de vendas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.