Sedã renovado agrada pelo amplo espaço interno, mas faltou evoluir na parte mecânica

Mesmo depois de ter ganhado um olhar mais agressivo, o Nissan  Sentra não nega a fama de ser um sedã pacato, que preza pelo conforto e que tem a relação entre custo e benefício entre seus principais atrativos. Foi a impressão que ficou depois de um final de semana com o carro. Com preço sugerido que parte de R$ 79.990 e que chega a R$ 95.990 na versão topo de linha SL, o modelo 2017 também traz uma lista de itens de série interessante e oferece espaço de sobra para cinco pessoas e suas respectivas bagagens no cavernoso porta-malas de 503 litros.

Sim, digo pacato na comparação com alguns dos fortes rivais do Sentra no terreno dos sedãs médios, como Toyota  Corolla , Chevrolet  Cruze e a nova geração do Honda Civic , esperada para agosto próximo. O motor 2.0 flex de 140 cv é o mesmo desde a geração anterior, de 2007. E o câmbio CVT funciona bem mesmo apenas para quem não tem pressa.

O máximo que você vai conseguir para ajudar numa tocada mais animada será acionar o pequeno botão que desliga o overdrive, na própria alavanca, quando o câmbio mantém o giro do motor sempre mais alto, o que ajuda a deixar o carro mais esperto em trechos sinuosos e nas ultrapassagens.

Alavanca do câmbio automático CVT do Sentra 2017 tem um pequeno botão para desligar o
Divulgação
Alavanca do câmbio automático CVT do Sentra 2017 tem um pequeno botão para desligar o "overdrive"

Este recurso também é útil para poupar os freios em descidas, com o chamado “freio-motor”. O problema é que, se resolver pisar mais fundo é o aumento abrupto tanto  do nível de ruído quanto de consumo, assunto que merece um pouco mais de destaque. Pode parecer até um pouco irônico os gráficos que mostram o quanto o carro gastou nos últimos dias. Mesmo pisando de leve no acelerador, não conseguimos passar de 6,5 km/l, com etanol, algo próximo dos 6,7 km/l aferidos pelo Inmetro.

Ao ligar o overdrive, porém, a prioridade é a economia de combustível. Então, a 120 km/h, o contagiros marca apenas 2.000 rpm, o que também contribui com o baixo nível de ruído. Mesmo assim, ainda de acordo com o Inmetro, o mínimo que o Sentra consome é atingido na estrada, com apenas gasolina no tanque: 12,8 km/l.

Bom no  Sentra  é que todas as versões contam com controle eletrônico de estabilidade (ESP) e ancoragem para cadeirinhas infantis ISOFIX, além de sensores que ligam os faróis automaticamente ao escurecer. Mas apesar de tudo isso fazer parte de um pacote muito bem-vindo, não há nada de muito sofisticado. A central multimídia funciona bem. conta com GPS e alguns comandos na própria tela, mas bem que poderia ser um pouco mais moderna, como a Multi-App, que própria Nissan oferece na dupla March/Versa e que estará no Kicks , em agosto.

Nissan Sentra 2017 vem com luz que acende quando veículos passam pelo chamado
Divulgação
Nissan Sentra 2017 vem com luz que acende quando veículos passam pelo chamado "ponto cego"

No dia a dia,  observamos  dois dos novos recursos da versão topo de linha . Um deles, o aviso de veículos passando pelo ponto cego funcionou bem, mesmo no caótico trânsito de São Paulo. Mas o  alerta para iminência de colisão se mostrou um pouco exagerado, já que mesmo se você pisar no freio quando estiver se aproximando do carro da frente, sinal de que percebeu que é preciso parar logo.

O que não falta no Sentra é espaço e conforto. O acabamento agrada, agora há regulagem elétrica no banco do motorista na versão topo de linha, como a unidade avaliada e se você pisar de leve no acelerador o rodar suave impressiona. Ponto positivo também  o espaço para as pernas de quem vai sentado no banco traseiro e assim como para a direção leve nas manobras, com assistência elétrica, mas um pouco anestesiada em velocidades mais altas. 

As mudanças no desenho fizeram bem ao Sentra . Deram um aspecto mais jovial e esportivo ao carro. Pena que essa esportividade fique apenas na aparência. Até um ressalto no capô, próximo do para-brisa, faz parte do novo visual do carro, que também passa a ter belas rodas de aro 17 com pneus 205/50R. lanternas traseiras com LEDs contínuos (no lugar dos pontos de luz da linha 2016) e nova grade frontal cromada. Na briga cada vez mais quente entre os sedãs médios, o Sentra terá que lutar bastante para se manter em terceiro lugar.

Ficha Técnica
Preço: R$ 95.990
Motor: 2.0, quatro cilindros, flex
Potência: 140 cv a 5.100 rpm
Torque: 20 kgfm a partir de 4.800 rpm
Transmissão: Automático, CVT, tração dianteira
Suspensão:Independente (dianteira) / eixo de torção (traseira)
Freios: Discos ventilados na dianteira e sóilidos na traseira
Pneus: 205/50 R17 
Dimensões: 4,64 m (comprimento / 1,76 m (largura) / 1,50 m (altura), 2,70 m (entre-eixos)
Tanque : 52 litros
Consumo: 9,9 km/l (cidade) /12,7 km/l (estrada) com gasolina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.