Tamanho do texto

Nova geração do crossover será o primeiro da fabricante disponível no País com a nova plataforma EMP2. Deve chegar no fim do primeiro semestre

Peugeot 3008
Peugeot 3008
Peugeot 3008

Mostrado no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, em novembro, o novo Peugeot j á está sendo mostrado no site da fabricante no Brasil. Lá é possível preencher um cadastro para receber novidades sobre o carro, cujo início das vendas está previsto para o final do primeiro semestre. Será o primeiro modelo da marca francesa vendido por aqui com a nova plataforma EMP2, bem mais leve e rígida que a anterior, o que ajuda a melhorar o desempenho e reduzir o consumo.

LEIA MAIS: Peugeot 2008 Crossway é uma edição limitada com mudanças bem discretas

O novo Peugeot 3008 ficou cerca de 100 kg mais leve que o anterior com o uso de outros tipos de aço mais modernos na estrutura projetada por computador. Além disso, a distância entre-eixos aumentou 8 centímetros, o que contribui com o espaço interno, suficiente para levar cinco ocupantes sem nenhum aperto e com folga no porta-malas de bons 520 litros de capacidade, volume 90 litros maior que anteriormente.

Bom também é que o carro recebeu itens mais sofisticados, entre os quais os botões no painel sensíveis ao toque que acionam uma série de comandos apenas ao encostar os dedos. E a central multimídia agora tem tela sensível ao toque de 12,3 polegadas, maior que a de 8 do quadro de instrumentos, o que ajuda a compor um ambiente futurista.

LEIA MAIS:  Peugeot 205 GTI, a criança terrível e valorizada. Saiba mais detalhes

Equipamentos e conjunto mecânico 

A lista de equipamentos também terá novidades, com alguns itens interessantes, como o scooter ou a bicicleta, ambos elétricos e dobráveis, feitos para serem guardados no porta-malas e cujas baterias são recarregadas automaticamente enquanto o carro roda. Mas esse recurso não deverá ser oferecido no Brasil, ao contrário dos alertas para veículos e pontos cegos e de colisão iminente, bem como o controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e o sistema que ajuda a estacionar, entre os principais destaques.

LEIA MAIS: Peugeot 208 Allure 1.2 Flex, modelo mostra que está no auge da forma

Mas apesar de todas as mudanças na estrutura, no desenho e na lista de equipamentos, o conjunto mecânico continuará sem novidades. O motor será o conhecido 1.6 THP, de 165 cv, que funciona com o câmbio automático de seis marchas com opção de trocas sequenciais na própria alavanca no console central, sem as hastes atrás do volante. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.