Tamanho do texto

Espaço de 3.090 m² de área tem estoque de 2.945 componentes de qualquer modelo da marca com até 10 anos. Saiba mais detalhes

Diego Lopez, diretor de pós-vendas da Porsche do Brasil, no novo centro de distribuição de peças da marca em São Paulo
Divulgação
Diego Lopez, diretor de pós-vendas da Porsche do Brasil, no novo centro de distribuição de peças da marca em São Paulo

A Porsche dá mais um passo importante desde que passou a ter operação oficial no Brasil, a partir de julho de 2015, ao acabar de inaugurar seu próprio centro de distribuição de peças em Embu das Artes (SP). Trata-se de um espaço de 3.090 m²  capaz de armazenar até 7.600 itens para atender os clientes da marca. Por enquanto, porém, a fabricante conta com 2.945, mas deverá atingir esse volume máximo até o fim do ano, sempre mantendo a operação informatizada, o que reduz custos e aumenta a agilidade de entrega.

LEIA MAIS:  Porsche contrada a Disney para treinar seus times de atendimento. Saiba mais

As peças são importadas diretamente da cidade de Sachsenheim, que fica a cerca de 30 minutos da sede da Porsche em Stuttgart, na Alemanha. E chegam ao Brasil por preços menores do que os cobrados pelo antigo importador da marca no País, além de serem entregues ao transportador em até 90 minutos. Durante o processo de importação dos componentes, de acordo com diretor de pós-vendas, Diego Lopez, são necessários 10 dias ao todo, sendo que 3 a 4 são gastos com burocracia.  Entretanto, para acelerar a transação, dependendo da necessidade, o componente pode ser enviado de avião.

Vendas em alta no Brasil

Além de componentes de todos os modelos da Porsche, novo centro de distribuição estoca acessórios, miniaturas e afins
Divulgação
Além de componentes de todos os modelos da Porsche, novo centro de distribuição estoca acessórios, miniaturas e afins

Apesar da forte crise que afeta o mercado automotivo no País, a Porsche tem conseguido manter números positivos de vendas. No ano passado vendeu 1.010 unidades, volume que representa  uma alta de 38% na comparação com 2015, com ajuda da chegada do novo 911. E nos dois primeiros meses de 2017 a marca jea regista um aumento de 25% nas vendas, com 132 unidades, de acordo com a fabricante.

LEIA MAIS: Porsche traz novo Panamera e versão híbrida do Cayenne ao Brasil

Se as vendas continuarem aumentando, de acordo com a Porsche, o novo centro de distribuição de peças poderá ser ampliado, chegando à capacidade de estocar até 12.018 itens, mas isso só poderá ser atingido dentro de dois anos, aproximadamente. 

LEIA MAIS: Porsche 718 Boxster S é pura diversão. Confira a avaliação do esportivo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.