Tamanho do texto

Projeto nacional, Fiat usará Argo para substituir Punto na Europa e Índia. Saiba mais sobre os planos globais da Fiat para o novo hatchback Argo

O Fiat Argo já está sendo cotado como sucessor do Punto em outros mercados, incluindo Europa e Índia
Divulgação/Fiat-Chrysler Automóveis
O Fiat Argo já está sendo cotado como sucessor do Punto em outros mercados, incluindo Europa e Índia

A aposentadoria do Punto para dar espaço ao novo Argo não é uma estratégia local da Fiat. A marca prepara o lançamento do hatchback em outros mercados, segundo relatos da mídia internacional. O site Team-BHP já fala da venda do modelo na Índia para o final da década, enquanto os alemães do AutoBild dizem que a Europa terá uma versão alterada do compacto, chegando às lojas no final de 2018.

LEIA MAIS:  Como anda do Fiat Argo 1.3, que deverá ser a versão mais procurada do hatch

Totalmente desenvolvido no Brasil, o Argo utiliza uma nova plataforma a MP1, criada para ser modular e permitir a criação de mais modelos. Na época do lançamento, a Fiat dizia que essa base é global. E tudo indica que será utilizada para criar o substituto do Punto na Europa e Ásia – passando por algumas alterações no Velho Continente que irão adequá-lo ao gosto e legislação locais.

Na Europa, o que deve mudar no Argo é sua estrutura. Apesar de 55% da sua construção usar aços de alta resistência,  o modelo europeu deve reduzir a quantidade de aços comuns (25%) e aumentar a proporção de aços de ultra resistência. Assim, o hatch seria capaz de obter uma nota maior nos exigentes testes de colisão do Euro NCAP. A Fiat diz que, do jeito que está, o Argo brasileiro obteria, no mínimo, quatro estrelas de cinco na avaliação do Latin NCAP.

LEIA MAIS: Fiat Mobi 2018 muda versões e gfanha câmbio automatizado 

Outras mudanças serão feitas no pacote de equipamentos. Embora tenha itens que já o deixam próximo do padrão europeu, como a tela TFT para o painel de instrumentos e a central multimídia de 7 polegadas, terá que receber mais tecnologias. Um exemplo são os assistentes de segurança, como sensor de ponto cego, detector de pedestres e aviso de permanência em faixa. Os airbags laterais, oferecidos por aqui como opcionais, devem vir de série por lá.

Argo para Índia

Para a Ásia, o trabalho será um pouco mais fácil. A Fiat trabalha com o Punto na Índia, onde vendeu bem por muito tempo, recebendo até uma polêmica versão aventureira. Porém, mostrando sinais de cansaço, deve sair de linha para que o Argo entre em seu lugar. A ideia é que esteja no oriente apenas no final de 2018 ou começo de 2019, dando tempo para que acabem com as últimas unidades do Punto e preparem uma produção local.

LEIA MAIS: Fiat Toro 2.4 Flex Freedom não deixa saudades das versões 1.8 da picape

Início tímido

Em sua primeira quinzena nas concessionárias, o Argo não foi tão bem assim. Emplacou 362 unidades até agora, sendo que 274 foram neste período e 88 em maio (todas unidades de teste, frota da fabricante e de concessionários). Considerando o feriado prolongado de Corpus Christi, é pouco provável que suas vendas subam muito mais neste mês para que o coloque em evidência no ranking de emplacamentos.

Porém, o primeiro mês dificilmente mostra o potencial de um carro. A Renault está vendo isso com o Captur, que manteve um ritmo baixo desde o lançamento e melhorou em vendas no mês de maio, alcançando 1.404 unidades. Assim, o Argo pode começar a dar resultado nos dois meses seguintes ao lançamento, quando começar a aparecer nas ruas e os primeiros compradores contarem suas impressões para outras pessoas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.