Tamanho do texto

Com cinco hatches, Volkswagen irá reposicionar Fox e reduzir número de versões. Confira os planos da marca para o modelo compacto

Para se afastar do Polo, o Fox irá se concentrar nas versões aventureiras, preferência dos clientes do hatch
Divulgação
Para se afastar do Polo, o Fox irá se concentrar nas versões aventureiras, preferência dos clientes do hatch

Com a chegada da nova geração do Polo ao Brasil, a Volkswagen terá cinco hatchbacks no mercado: Gol, Up!, Fox, Polo e Golf, na ordem de posicionamento e preço. Muitos acreditavam que a marca alemã aproveitaria este momento para matar o Fox, o elo mais fraco da linha, por vender menos que os demais e ter preços muito próximos do Polo. Porém, segundo a fabricante, ele continuará nas concessionárias.

LEIA MAIS: VW Fox 2018 muda pouco, mas ganha equipamentos em todas as versões

Segundo David Powels, CEO da Volkswagen para Brasil e América do Sul, o Fox mudará de foco. “Vamos nos concentrar nas versões mais aventureiras”, disse o executivo ao site Automotive Business. O modelo tem um público mais específico, mas que ainda se interessa pelo carro, por ser mais alto do que os outros compactos no mercado  e abraçar a pegada aventureira com mais naturalidade.

Projeção mostra como será reestilização, que estreia em 2018, deixará o modelo alinhado com o novo design da marca
Reprodução/Kleber Pinho da Silva
Projeção mostra como será reestilização, que estreia em 2018, deixará o modelo alinhado com o novo design da marca

Atualmente, o Fox tem sete versões diferentes, sem contar as variantes com o câmbio automatizado I-Motion. São elas: 1.0 Trendline, 1.0 Track, 1.6 Trendline, 1.6 Comfortline, 1.6 Highline, 1.6 Pepper e 1.6 CrossFox. A empresa já havia dito no começo do ano, durante o lançamento do Up! renovado, que faria mudanças em seu portfólio, reduzindo a quantidade de configurações, principalmente para o Fox.

LEIA MAIS: Volkswagen Polo é revelado e chega ao Brasil no segundo semestre

Por causa dessa enorme quantidade de versões, o Fox tem um preço muito abrangente. Começa em R$ 49.370 e pode chegar a R$ 72.080 do CrossFox. Como o Polo deve custar entre R$ 50 mil e R$ 60 mil, para não se aproximar do Golf 1.0, o Fox deve perder os modelos Highline e a versão esportivada Pepper, para que o CrossFox desça os degraus e custe algo mais próximo dos R$ 60 mil. Além da redução na linha, o hatch  deve passar por uma reestilização, prevista para 2018. Terá um design mais próximo do Polo, seguindo a nova linguagem visual da marca.

Mais picapes e SUVs

Além da nova cara, o Fox passará a contar com câmbio automático Tiptronic nas versões mais equipadas
Reprodução/Kleber Pinho da Silva
Além da nova cara, o Fox passará a contar com câmbio automático Tiptronic nas versões mais equipadas

As mudanças na linha do Fox e a chegada do Polo é apenas uma fração das novidades que a Volkswagen prepara. Ainda este ano, teremos a reestilização do Golf e suas variações Variant e GTI, além da Amarok com motor V6 turbodiesel. Em 2018 será a vez do Virtus, sedã do Polo que será produzido em São Bernardo do Campo (SP) e do Tiguan Allspace, versão de sete lugares do SUV. Trabalham em mais dois utilitários. O primeiro será o T-Cross, com a mesma plataforma que o Polo e que irá brigar com Honda HR-V e Hyundai Creta. Em seguida virá o T-Roc, crossover baseado no Golf.

LEIA MAIS: Flagra! Pegamos a versão renovada do VW Golf no Brasil. Chega até agosto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.