Tamanho do texto

Hatch compacto terá versão 1.0 turbo flex, com 128 cv e novo câmbio automático de seis marchas, entre uma série de outros recursos

VW Polo feito em São Bernardo do Campo (SP) será igual ao que será lançado na Europa, em setembro
Divulgação/Volkswagen
VW Polo feito em São Bernardo do Campo (SP) será igual ao que será lançado na Europa, em setembro

São antecipados detalhes da nova geração do VW Polo que começará a ser fabricada em São Bernardo do Campo (SP) e será apresentado no início de setembro. Entre outras informações, a fabricante revela que o carro poderá ser equipado com motor 1.0 turbo flex, com injeção direta de combustível, recalibrado para gerar 128 cv e 20,4 kgfm de torque, o que inaugura a sigla “200 TSI”, em alusão aos 200 Nm de força.

LEIA MAIS: Novo VW Polo é revelado. Chegará ao Brasil no segundo semestre

Outra novidade é que o VW Polo terá disponível o novo câmbio automático de seis marchas, com opcão de trocas sequenciais por meio da alavanca ou pelas hastes atrás do volante. Todo o conjunto mecânico vem montado na plataforma MQB A0, uma versão um pouco menor da que equipa a linha Golf, por exemplo. Entre outros recursos, vem com controle eletrônico de estabilidade, freio a disco nas quatro rodas, detector de fadiga  e sistema de frenagem pós-colisão.

Esse último recurso aciona os freios automaticamente depois de uma batida para reduzir a energia cinética residual, usada para levar o caro a um local seguro. Porém, se houver alguma aceleração ou frenagem, o sistema é desligado. Trata-se de um dos itens que vão equipar outros modelos fabricados sobre a mesma plataforma MQB A0, entre os quais o sedã compacto Virtus, já confirmado pela Volkswagen. Além dele, haverá também uma SUV e uma picape, do mesmo porte da Fiat Toro e da Renault Oroch.

LEIA MAIS:  Novo VW Polo é visto sem disfarces na Alemanha, antes da estreia

Tecnologia embarcada

Cluster configurável pode mostrar o mapa do GPS , os mostradores, ou os dois juntos, conforme desejado
Divulgação/Volkswagen
Cluster configurável pode mostrar o mapa do GPS , os mostradores, ou os dois juntos, conforme desejado

No pacote de equipamentos que a Volkswagen vai oferecer estará incluído o novo sistema Active Info Display, com tela de 10,25 polegadas e alta resolução. Com ele é possível configurar o cluster de acordo com o gosto do freguês. Dá para vizualizar o velocímetro de uma parte do cluster e o mapa do GPS em outra em 2D ou 3D. Dados que são exibidos no console central pelo sistema de infotainment , como contatos de telefone ou capas de CD, também podem ser exibidas no Painel Digital Programável.

Na lista de itens tecnológicos que vão estar no novo Polo também se destaca o monitoramento da pressão dos pneus, que funciona pelos sensores de velocidade de roda do ABS e detecta quando a pressão dos pneus cai pela redução de velocidade de determinada roda. Haverá também a limpeza automática dos discos de freio, que detecta condições de chuva e aproxima as pastilhas dos discos para os manterem mais secos, a fim de reduzir ao máximo o espaço de frenagem   

LEIA MAIS: VW confirma a chegada de mais dois SUVs inéditos e uma picape

E o sistema multimídia do  novo VW Polo terá tela de 8 polegadas, compatível com Apple Car Play e Android Auto e duas entradas USB, de dois amperes, o que facilita a recarga do celular. Traz também os recursos de comando de voz e navegação integrados, que se destacam pela facilidade de uso e interatividade com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Fotos, vídeos e músicas em diversos formatos são alguns exemplos de mídias que podem ser “lidas”. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.