undefined
Divulgação
Salão Internacional de Veículos Antigos, no Anhembi, em São Paulo, foi um dos eventos organizados pelo Automóvel Clube

Exatamente no dia de hoje, 27 de setembro, o Automóvel Clube do Brasil completa 110 anos. Sua fundação aconteceu no Rio de Janeiro, como iniciativa de Alberto Santos Dumont, conhecido como o inventor do avião. Teve como objetivo atender às necessidades dos primeiros donos de carros no Pais.

LEIA MAIS: Os 10 carros clássicos mais incríveis esquecidos em garagens

Curiosamente, os documentos aprovados e reconhecidos como primeiro clube de proprietários de veículos automotores pelo Governo da Capital Federal datam de 1908, mesmo ano  em que a Ford lançava mundialmente o primeiro veículo fabricado em série, o Modelo T. Dumont, fundador do Automóvel Clube, também foi o primeiro a trazer um veículo a combustão e pneus de borracha ao Brasil, um Peugeot Type de 3,5 HP, em meados de 1891. Com essas conquistas, ele foi além do precursor da aviação no mundo, do automobilismo brasileiro e também o primeiro piloto Brasileiro participando em 1894 de provas na França.

Em 1911, a Capital Federal já possuía 908 veículos. A frota de veículos crescia e surgiu a necessidade de novos motoristas, os chamados Chauffer. O Automóvel Clube do Brasil traz então os primeiros profissionais da Europa. Eles ensinaram a profissão a seus colegas brasileiros e também para os mecânicos. A partir daí, apareceu a primeira Auto Escola e as oficinas do País. 

Antes do Salão do Automóvel

A 1ª exposição de Automóveis no Brasil também foi idealizada pelo ACB. Realizada em São Paulo com início no dia 13 de outubro de 1923. O presidente Washington Luís e o governador do estado de São Paulo, cortam a fita inaugural no Palácio das Industrias, no Parque D. Pedro.

LEIA MAIS: Confira quais são os futuros modelos clássicos feitos no Brasil

Já de 1º a 16 de agosto de 1925 o ACB realiza a 2ª Exposição de Automobilismo e Estradas de Rodagem, sendo a primeira do Rio de Janeiro. O evento foi um sucesso e atraiu milhares de pessoas.   

Atual gestão

Ariel Gusmão é o atual presidente e iniciou o resgate da memória do Automóvel Clube do Brasil em 1998. Foram anos de pesquisa sobre a história do clube e sua influência no automobilismo no Brasil. Desde que a atual diretoria, adquiriu a marca ACB, está reestruturando o Clube e reativando alguns departamentos que estavam desativados desde o final dos anos 90. 

Até o momento já apresentou inúmeros projetos em prol do antigomobilismo. Realizou grandes eventos como o São Paulo Fashion Car, SIVA (Salão Internacional de Veículos Antigos), projetos sociais de cidadania com o início da construção da escola de restauração de veículos antigos, da formação da orquestra OACB (Orquestra Automóvel Clube do Brasil), projetos para crianças e adolescentes que só irão contribuir para a grandeza do nosso País.

LEIA MAIS: Que tal um Mini de estilo retrô, mas com detalhes modernos?

Em 2013 recebeu a Portaria nº 209 do DENATRAN que o credencia a ser um clube certificado de veículos antigos de coleção. Desde então, inúmeras reuniões foram realizadas no Automóvel Clube com conselheiros do CONTRAN e coordenadoria do DENATRAN até que concluímos um projeto de melhorias que visa Moralizar as Certificações no Brasil. Mais detalhes podem ser acessados pelo site automovelclubedobrasil.org.br 

    Veja Também

      Mostrar mais