Tamanho do texto

Mais de cem carros estiveram em nossa redação este ano. Confira quais foram os destaques em cada segmento

O reaquecimento do mercado foi muito produtivo para a indústria automotiva em geral. Fechamos 2017 com números muito animadores para o ano seguinte. Para se ter uma ideia, entre janeiro e novembro, o mercado registrou crescimento de 10,1%, em relação ao mesmo período do ano passado. Bons números no mercado de carros , para um país que ainda está se recuperando da crise.

LEIA MAIS: Confira os dez carros 1.0 mais baratos do Brasil em 2017

Uma rápida passagem por nossa planilha, e concluímos que mais de cem carros passaram por nossa redação em 2017. Em ritmo de festa, a reportagem do iG Carros  revela aos nossos leitores os dez modelos mais legais que andamos este ano, em cada uma das principais categorias do Brasil. Confira a lista abaixo.

1 - Hatch de entrada: Volkswagen Take Up! 1.0 - R$ 43.240

Volkswagen Up!: uma receita de sucesso para quem curte dirigir e leva a sério a questão da segurança no dia a dia
Divulgação/Volkswagen
Volkswagen Up!: uma receita de sucesso para quem curte dirigir e leva a sério a questão da segurança no dia a dia

Ficamos impressionados com a maturidade do VW Up! em 2017. Ágil na cidade, fácil de estacionar com melhor índice de sofisticação, o subcompacto da Volkswagen prova que é o modelo certo para qualquer tarefa diária. Por dentro, apenas o essencial, com ar-condicionado e rádio com conexões USB, auxiliar e MP3.

O Take Up! aparece com motor 1.0, de três cilindros e 82 cv de potência. Seu torque fica na casa dos 10,4 kgfm. Os bons números também refletem no consumo, uma vez que o Take Up! é capaz de aferir 14,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada com gasolina, segundo dados da própria fabricante. No dia a dia, a leveza do carro ( tem 920 kg) ajuda a dar agilidade e a gastar pouco combustível. 

2 -Hatch compacto: Volkswagen Polo 1.6 Connect Pack - R$ 56.690

Volkswagen Polo: um dos carros mais legais lançados em 2017, superando até Argo e Fiesta em nossos comparativos
Divulgação/Volkswagen
Volkswagen Polo: um dos carros mais legais lançados em 2017, superando até Argo e Fiesta em nossos comparativos

O Volkswagen Polo chegou fazendo muito barulho com sua versão Highline, cheia de instrumentos tecnológicos e o eficiente motor 200 TSI.  Mas a relação entre custo e benefício da versão topo de linha não é tão interessante quanto a 1.6 MSI com chamada Connect Pack.  Além de manter o conforto ao dirigir, com engates macios e precisos, ele não faz feio no consumo. A Volkswagen divulga que o hatch compacto premium faz 12,1 km/l na cidade e 13,9 km/l na estrada com gasolina.

Portanto, trata-se de uma boa opção abaixo dos R$ 60 mil por ter mostrado um conjunto bem acertado por um preço interessante e que vem com uma pacote de equipamentos que atende aos anseios de quem está procurando por um hatch moderno e eficiente.

3 - Hatch médio: Chevrolet Cruze Sport6 1.4 LTZ - R$ 107.990

Chevrolet Cruze Sport6: o hatch médio mais vendido do Brasil mostra que o público está fazendo a escolha certa
Divulgação/Chevrolet
Chevrolet Cruze Sport6: o hatch médio mais vendido do Brasil mostra que o público está fazendo a escolha certa

Como isso poderia ser uma surpresa? O Chevrolet Cruze é o hatch médio mais vendido do Brasil desde que foi lançado em sua nova geração. E nós estamos aqui para comprovar que os brasileiros estão fazendo uma ótima escolha. O hatch da Chevrolet mostra que é a evolução natural e definitiva do antigo Vectra GT, com vários equipamentos de segurança embarcados. Detectores de saída de faixa e alerta de ponto-cego são alguns deles.

No conjunto mecânico, o motor é 1.4 turbo, de 153 cv e 24,5 kgfm de torque que permite consumo de 11,2 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada, sempre com gasolina. Falta uma pegada um pouco mais esportiva até por detalhes como a ausência de hastes no volante para trocas de marcha, nem de modo "Sport" do câmbio. Porém, a relação entre custo e benefício acaba falando mais alto diante dos principais concorrentes de um segmento que está em baixa no mercado brasieiro e representa apenas 1,1% das vendas totais. 

LEIA MAIS: Os carros mais econômicos do Brasil em 2017, segundo o Inmetro

4 - Sedã de entrada: Chevrolet Prisma Joy 1.0 - R$ 46.390

Chevrolet Prisma: ótimo custo benefício abaixo dos R$ 60 mil entre os sedãs compactos com motores de baixa cilindrada
Divulgação/Chevrolet
Chevrolet Prisma: ótimo custo benefício abaixo dos R$ 60 mil entre os sedãs compactos com motores de baixa cilindrada

A GM precisava substituir os antigos Celta e Classic, e aproveitou a renovação do visual da família Onix e Prisma para lançar as opções mais em conta com a sigla Joy. Na teoria, trata-se da mesma geração do Prisma que foi lançada em 2012, sem as novas estilizações no visual. Na prática, temos o sedã de entrada mais competente do mercado, com diversos atributos para preencher o coração de quem quer gastar menos de R$ 50 mil.

O motor 1.0 de 80 cv e 9,8 kgfm foi atualizado, e agora é capaz de fazer 12,9 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada com gasolina. Bom também é que o carro funciona com câmbio manual de seis marchas, que ajuda a manter um nível civilizado de rotação na estrada, o que contrubui com a redução do ruído e do consumo. De acordo com a GM, o sedã compacto ficou 22% mais econômico na linha 2017.

5 - Sedã compacto: Honda City EX CVT - R$ 75.700

Honda City: prestes a mudar, é o melhor sedã compacto mas isso deve mudar em 2018 com a chegada de  novos rivais
Divulgação/Honda
Honda City: prestes a mudar, é o melhor sedã compacto mas isso deve mudar em 2018 com a chegada de novos rivais

Prestes a mudar, o Honda City EX continua mostrando maturidade suficiente para entrar na lista dos melhores carros que andamos em 2017. Destacamos a quantidade de equipamentos de série. Além dos seis airbags, conta com sistema multimídia de sete polegadas. ar-condicionado digital e volante multifuncional revestido de couro.Entretanto, o motor 1.5 de 116 cv de potência é modesto e não está mais entre os mais eficientes do segmento. De acordo com o Inmetro, o sedã da marca japonesa faz 12,6 km/l e 14,5 km/l na cidade e na estrada, respectivamente, com apenas gasolina no tanque.

O terreno dos sedãs compactos vai receber diversas novidades a partir do ano que vem, começando com o VW Virtus, que começa a ser vendido em fevereiro, seguido pelo Fiat Cronos e, posteriormente, do Toyota Yaris Ativ. Além disso, o próprio City irá receber retoques no desesenho e mudanças nos pacotes de euipamentos, seguindo o padrão adotado no Fit. 

6 - Sedã médio: Toyota Corolla XEI - R$ 104.850

Toyota Corolla: chegou a vender mais que os quatro rivais juntos em 2017 e mantém um conjunto competente
Divulgação
Toyota Corolla: chegou a vender mais que os quatro rivais juntos em 2017 e mantém um conjunto competente

O Toyota Corolla é o sedã médio mais vendido do Brasil há nove anos. A última vez em que o Civic se viu a frente no ranking foi em 2008. Desde então, o sedã da Honda ficou para trás enquanto seu eterno rival dispara nas vendas. O Toyota Corolla ganhou o coração do brasileiro e se transformou em um sucesso. Se somarmos as vendas acumuladas de Focus, Jetta, Civic e Sentra em 2017, o Corolla continuaria na frente.

Vem com  motor 2.0, que  rende 154 cv de potência e 20,3 kgfm de torque. Aliado ao bom câmbio CVT com simulação de sete marchas, o Corolla é capaz de aferir 10,6 km/l na cidade e 12,6 km/l na estrada com gasolina. Continua com aspecto conservador, mas cumpre bem seu papel de sedã médio, oferecendo bom espaço para cinco ocupantes e suas respectivas bagagens, além de ter ficado mais seguro com controle eletrônico de estabilidade (ESP) e de oferecer um pacote de equipamentos dentro da proposta do carro.

7 - SUV compacto: Hyundai Creta 1.6 Pulse Plus - R$ 89.990

Hyundai Creta 1.6 Plus: a versão mais interessante do SUV da marca coreana, fabricado em Piracicaba (SP)
Divulgação/Hyundai
Hyundai Creta 1.6 Plus: a versão mais interessante do SUV da marca coreana, fabricado em Piracicaba (SP)

Quando andamos no Hyundai Creta 1.6 Pulse Plus, em meados de novembro, dissemos que o modelo tinha todos os atributos necessários para incomodar os rivais. Uma semana depois, e o levantamento da Fenabrave comprovou nossa previsão. O Hyundai Creta é o SUV mais vendido do mês , apesar do principal rival, Honda HR-V, continuar mantendo uma distância segura no acumulado do ano.

Destacamos a estabilidade nas curvas e a capacidade da suspensão em absorver as irregularidades do piso, além do surpreendente isolamento acústico, uma vez que o carro é silencioso em qualquer situação. Outra qualidade é o baixo nível de vibração, o que mostra solidez do conjunto estrutural. O Hyundai Creta é equipado com motor 1.6 capaz de render 130 cv de potência e 16,5 kgfm de torque. Faz 10,1 km/l na cidade e 11,7 km/l na estrada, com gasolina.

LEIA MAIS" Andamos na versão mais interessante do Hyundai Creta 1.6. Saiba detalhes

8 - SUV médio: Jeep Compass Limited Diesel - R$ 157.990

Jeep Compass Limited Diesel: robustez e ótimo conjunto mecânico compõem a receita de sucesso do SUV médio
Caue Lira/iG
Jeep Compass Limited Diesel: robustez e ótimo conjunto mecânico compõem a receita de sucesso do SUV médio

Devolver o Jeep Compass Limited Diesel foi uma das coisas mais difíceis que tivemos que fazer este ano. Ficamos surpresos com a robustez de seu conjunto mecânico e a boa lista de equipamentos da versão Limited Diesel - a última antes da topo de linha Trailhawk. Além, é claro, de um design aventureiro que faz o Jeep se destacar entre os rivais.

Tem motor 2.0, turbodiesel, de 170 cv e 35,7 kgfm de torque proporciona bom consumo de combustível, aferindo 9,4 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada. Não há, em seu segmento, um SUV hoje em dia que valha mais a pena que o Compass, que é o mais vendido do segmento hoje em dia por todas as suas qualidades aliadas ao preço competitivo, que parte de R$ 107.990.

LEIA MAIS: Jeep Compass Limited Diesel: SUV surpreende com bom conjunto mecânico

9- Picape intermediária: Fiat Toro 2.4 Freedom Flex - R$ 100.270

Fiat Toro: uma picape para quem não gosta das verdadeiras picapes. Por isso, faz grande sucesso e levanta o segmento
Divulgação/Fiat
Fiat Toro: uma picape para quem não gosta das verdadeiras picapes. Por isso, faz grande sucesso e levanta o segmento

Alguns rivais estão de olho no sucesso da Toro, e já preparam investidas contra ela. Mas enquanto não chegam, o modelo da Fiat reina em seu segmento, vendendo bem mais que a principal rival, Renault Duster Oroch. Destacamos a versão 2.4 Freedom Flex, que faz esquecer as versões com motor 1.8 da picape. Oferecida apenas na versão Freedom, a Toro 2.4 custa R$100.270 , mas  garantimos que ela vale os R$ 14.140 a mais que a Fiat cobra por este motor. Nesta configuração, e com gasolina no tanque, o modelo é capaz de aferir 8,6 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada.

O desenho arrojado é um dos pontos que mais chamam atenção na picape, que vem se mantendo no segundo lugar no ranking das mais vendidas, considerando todos os segmentos, desde as compactas até as médias. Vamis ver se as novas rivais vão incomodar a posição confortável da Toro no mercado. Uma delas será o modelo derivado do Polo. Outra, a que será feita sobre a base do Hyundai Creta. 

10 - Picape média: Toyota Hilux SRV 4x4 Diesel - R$ 171.260

Toyota Hilux: tradicional picape média também terá que enfrentar fortes rivais, mas em 2017 mostrou o melhor conjunto
Divulgação/Toyota
Toyota Hilux: tradicional picape média também terá que enfrentar fortes rivais, mas em 2017 mostrou o melhor conjunto

A Hilux alterna a liderança de seu segmento com a Chevrolet S10. O projeto da marca japonesa, entretanto, consegue se destacar ante as rivais. Ao menos por enquanto, pois a Volkswagen já apresentou a nova Amarok V6 2018 pelo mesmo preço da Hilux SRV 4x4 a diesel. A Toyota apostou em um motor 3.0 de 177 cv de potência e 45,9 kgfm de torque que casou muito bem com a caixa automática de seis velocidades. O consumo de 9 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada com diesel também é um dos melhores do segmento.

Entre as picapes médias, uma das novidades confirmadas para 2018 será a Renault Alaskan, baseada na Nissan Frontier. Além disso, a chinesa JAC Motors também vai apostar algumas fichas nesse segmento, com a questão da relação entre custo e benefício entre os principais atrativos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.