Tamanho do texto

O conceitual consegue rodar até 665 km sem a necessidade de recarregar, além de não precisar de qualquer intervenção humana no controle

O Volkswagen é um sedã com linhas de fastback, estratégia de design que atende as tendências do mercado
Divulgação
O Volkswagen é um sedã com linhas de fastback, estratégia de design que atende as tendências do mercado

A Volkswagen anuncia uma de suas novidades para o Salão de Genebra (Suíça), um protótip[o elétrico chamado Vizzion Concept. É equipado com baterias de lítio, de 111kWh, que somam um total de 302 cv e têm capacidade de garantir até 665 km de autonomia antes da recarga. O projeto tem sistema de direção autônoma e recebe inspiração nas formas dos carros fastback, mas é definido como um sedã premium, medindo mais de cinco metros. Além disso, com o objetivo de conferir personalidade, a montadora optou por dar contraste ao teto, bem como equipar o conceito com portas suicida (que abrem ao contrário), porte agressivo e um marcante jogo de rodas esportivo.

LEIA MAIS: Volkswagen dobra produção do Golf elétrico, que virá ao Brasil em 2018

Parece ficção científica, mas os carros sem volantes e pedais já existem e um dia estarão nas ruas
Divulgação
Parece ficção científica, mas os carros sem volantes e pedais já existem e um dia estarão nas ruas

No interior, o Volkswagen Vizzion Concept conta com assentos individuais, com ares de uma sala de estar que visam a comodidade dos ocupantes. Levou um susto ao não encontrar pedais e o volante? Graças ao seu sistema autônomo de direção Nível 5, que exclui por completo a necessidade e a possibilidade de intervenção humana ao controle do carro, a única opção que os passageiros têm é a de relaxar e curtir a viagem. Vários sensores trabalham em conjunto com um refinado sistema de navegação, que enviam toda a informação ao carro e, assim, ele faz tudo sozinho com precisão. Para acessar a alguma mídia, ou informação do sistema de gerenciamento, basta falar ou gesticular.

LEIA MAIS: VW Golf GTI: um dos poucos hatches médios esportivos que sobraram no Brasil

O inventor da roda

Tesla Model S:  sedã de grande sucesso que alavancou a marca em todo o mundo e serviu de referência às montadoras
Divulgação/Tesla
Tesla Model S: sedã de grande sucesso que alavancou a marca em todo o mundo e serviu de referência às montadoras

Se a Volkswagen, e qualquer outra fabricante que se possa imaginar, está desenvolvendo carros elétricos futuristas com direção autônoma, isso se deve ao sucesso da Tesla não só no seu mercado de origem - os Estados Unidos - mas em todo o mundo. A ofensiva eclodiu com o surgimento do sedã elétrico e equipado com direção autônoma, o Model S, que ditou as regras a serem seguidas; são elas: tecnologia futurista e consumidores boquiabertos, loucos para comprar. A maior evidência de tudo isso é que, mesmo tendo surgido em 2003, a Tesla Motors se tornou a montadora mais valiosa nos Estados Unidos em 2016.

LEIA MAIS: O Lamborghini Urus é finalmente revelado, com motor de 660 cv. Veja galeria

Tesla Model X: para quem sonhou em ter um carro espaçoso, macio e que acelera em menos de 3 segundos
Divulgação/Tesla
Tesla Model X: para quem sonhou em ter um carro espaçoso, macio e que acelera em menos de 3 segundos

Como os SUVs estão na moda, a fabricante também preparou o Model X, que custaria cerca de R$ 800 mil, se viesse ao Brasil. De acordo com a Tesla, este é o utilitário esportivo mais veloz e seguro da história. Como seria levar seus filhos na escola com um SUV que acelera de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos? De fato, o trajeto ficaria bem mais divertido. E para se ter uma ideia, os SUVs mais velozes de 0 a 100 km/h do grupo Volkswagen são o Bentley Bentayga e o Lamborghini Urus, que fazem em 3,6 segundos e custariam, respectivamente, R$ 2,5 milhões e R$ 1,8 milhão, se viessem ao Brasil. Além disso, há o Model 3, que promete ser o grande sucesso da marca. O sedã com estilo de cupê esgotou ainda na pré-venda, com 276 mil reservas. Desde então, o número cresceu exponencialmente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.