Tamanho do texto

Eles não estão confirmados, mas fariam muito sentido se fossem vendidos no País. Saiba quais são as nossas escolhas para você economizar

O Brasil engatinha para o início da eletrificação. Grande parte das fabricantes estabelecidas no Brasil,   já sonham com a ideia de lançarem carros elétricos ou híbridos por aqui, mas acabam esbarrando nos muros da tributação e na falta de uma política voltada aos modelos com maior eficiência energética.  Aos trancos e barrancos, aguardam ansiosamente pela aprovação do novo regime Rota 2030, que prevê redução do imposto de 25% para 7% para modelos elétricos, e deve dar um impulso a mais no segmento.

LEIA MAIS: Veja 5 carros híbridos e elétricos que chegarão ao Brasil até 2019

A Nissan já está se movendo, e confirmou que o Leaf chegará ao Brasil nos primeiros meses de 2019. O Volkswagen Golf também ganhará duas novas versões (híbrido e elétrico), ainda que o martelo não tenha sido batido sobre a data de lançamento. Enfim, já listamos vários carros elétricos que estão confirmados para o Brasil nos próximos meses. Mas há muito mais por vir. Partindo disso, a reportagem do iG lista cinco carros elétricos que poderiam ser vendidos no Brasil.

1 - JAC T40 EV

JAC T40 EV: longe do Brasil entre os carros elétricos, modelo começa a ser vendido oficialmente no Uruguai
Divulgação
JAC T40 EV: longe do Brasil entre os carros elétricos, modelo começa a ser vendido oficialmente no Uruguai

Conforme apurado pela reportagem do iG Carros, a JAC não tem planos de trazer o T40 elétrico para o Brasil. O principal objetivo da montadora do Grupo SHC no momento é viabilizar uma série de SUVs que estão para chegar ainda em 2018. Por conta disso, o projeto de trabalhar a eletrificação no País foi passada para escanteio, ao menos por enquanto.

Os uruguaios, entretanto, já podem adquirir o modelo elétrico nas concessionárias da JAC Motors. O modelo chinês desenvolvido em parceria com a Volkswagen tem motor elétrico de 114 cv e 27,5 kgfm de torque. As baterias foram fornecidas pela Samsung, permitindo que o T40 elétrico percorra 270 km com apenas uma recarga completa. Como carros chineses costumam custar menos que seus rivais, o T40 elétrico poderia ter um valor competitivo no Brasil após a aprovação do Rota 2030.

2 - Renault Zoe

Renault Zoe: apenas uma unidade foi trazida ao Brasil em 2015, como parte de um experimento
Divulgação
Renault Zoe: apenas uma unidade foi trazida ao Brasil em 2015, como parte de um experimento

O Zoe é um dos carros mais legais da Renault na Europa. Enquanto o Twizy continua sendo carro de nicho o Kangoo ainda é disponível em versão a combustão, o Zoe é puramente elétrico em todas as suas versões. É como se ele fosse um vegano em um mundo de vegetarianos.

LEIA MAIS: Porsche Cayenne híbrido é o SUV premium que faz 17,1 km/l na cidade

A Renault não mede esforços para emplacar o Zoe na Europa. O site da marca em Portugal, por exemplo, permite que você simule a autonomia do subcompacto elétrico em uma calculadora antes mesmo de comprá-lo. Há também um mapa revelando todos os pontos de recarga nas principais cidades do país. São 307, apenas em Lisboa! O Zoe tem 88 cv de potência e 22,4 kgfm de torque, com autonomia de 210 km.

3 - Ford C-MAX Energi

Ford C-Max Energi: modelo poderia rivalizar com o Chevrolet Bolt no Brasil
Divulgação
Ford C-Max Energi: modelo poderia rivalizar com o Chevrolet Bolt no Brasil

A Chevrolet já confirmou que venderá o Bolt no Brasil. Seria uma ótima deixa para sua conterrânea se inspirar, e finalmente trazer o Ford C-MAX para o Brasil. O hatch feito com base no Focus tem motor elétrico de 188 cv e 17,8 kgfm de torque.

Ele faria um bom complemento à linha de carros elétricos da Ford no Brasil. Até o momento, o único carro dessa categoria disponível no showroom da marca é o Fusion híbrido, com motor 2.0, de 190 cv, de potência, dispensando terminais de recarga.

4 - Nissan e-NV200

Nissan e-NV200: sete lugares, motor elétrico e design digno de filme futurista
Divulgação
Nissan e-NV200: sete lugares, motor elétrico e design digno de filme futurista

Eis um carro elétrico interessante. Entre outros detalhes, conta com dois lugares extras em uma terceira coluna de bancos. O Nissan e-NV200 parece ter saído de um filme de ficção científica. Feito para a família, é possível carregar 80% da capacidade de sua bateria em aproximadamente uma hora.

LEIA MAIS: Nissan Leaf chegará ao Brasil até março de 2019, com oito anos de garantia

A Nissan oferece cinco anos de garantia para a minivan. No caso da bateria elétrica, serão oito anos. O mais legal é saber que o mesmo tratamento será dado ao Leaf que será vendido no Brasil, conforme dito próprio presidente da marca. A minivan de sete lugares tem 276 km de autonomia, e é vendida com um kit de carregamento doméstico.

5 - Mitsubishi i-MiEV

Mitsubishi i-MiEV: chegou a desembarcar no Brasil, mas apenas para testes. Não chegou a ser vendido nas lojas
Divulgação
Mitsubishi i-MiEV: chegou a desembarcar no Brasil, mas apenas para testes. Não chegou a ser vendido nas lojas

A Mitsubishi já trouxe alguns MiEV para o Brasil. Conforme apurado por nossa reportagem, foram duas unidades que custavam mais que o esportivo Lancer Evo. A marca, entretanto, nunca se interessou pelo segmento de compactos, e o MiEV também acabou ficando de lado.

Fabricado em Okayama (Japão) e exportado para Europa, Estados Unidos e até mesmo o Chile, o compacto elétrico chegou a ser vendido pela PSA como Peugeot iOn e Citroën C-Zero. A autonomia, conforme divulgado pela Mitsubishi, fica na casa dos 160 km um carga completa. Em 2012, ele era o modelo elétrico mais barato disponível nos Estados Unidos, e também o mais eficiente, desbancando até o Nissan Leaf. Qual desses carros elétricos é o mais legal? Todos merecem um lugar no Brasil? Deixe sua resposta nos comentários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.