Tamanho do texto

Últimas unidades do sedã médio estão com preço competitivo, partindo de R$ 84.490 na versão Comfortline. Veja os detalhes

VW Jetta com desconto de até R$ 10 mil pode ser uma boa aposta em 2018 antes da chegada da nova geração
Divulgação/Volkswagen
VW Jetta com desconto de até R$ 10 mil pode ser uma boa aposta em 2018 antes da chegada da nova geração

Se você entrar no site da marca, encontrará o Volkswagen Jetta na versão Comfortline por R$ 94.190, bem como a versão Highline anunciada por R$ 108.600. Mas conforme apurado pela reportagem de iG Carros, o modelo que está prestes a ser renovado já está sendo vendido com um generoso desconto nas concessionárias, principalmente se estiver procurando pela versão básica, com motor 1.4 turbo flex e câmbio automático de seis marchas. Veja mais sobre o VW Jetta com desconto.

LEIA MAIS: Flagra! Pegamos o novo VW Jetta camuflado antes da estreia

Encontramos o VW Jetta com desconto  na versão Comfortline por R$ 84.490, correspondendo a um abatimento de R$ 10 mil. O modelo, entretanto, é o mais difícil de ser encontrado nas lojas. A versão Highline com o potente motor 2.0, por outro lado, tem desconto um pouco mais conservador: de R$ 108.600 para R$ 104.980.

Como mencionado anteriormente, os descontos não são por acaso. Na última semana, nossa reportagem flagrou uma unidade camuflada do Novo Jetta na região serrana de Campos do Jordão (SP), mostrando que os testes do modelo que voltará a ser importado do México estão em etapas maduras. A marca alemã gosta de utilizar a região para avaliações instrumentadas em temperaturas mais baixas.

LEIA MAIS: Veja 15 dicas para comprar e vender carros pela internet sem problemas

O Jetta será uma das atrações da marca alemã durante o Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, onde será mostrado ao público pela primeira vez. Até lá, será possível adquirir o modelo atual com bons descontos nas concessionárias enquanto os estoques durarem.

Novo Jetta

Volkswagen Jetta sobe de patamar, afastando-se ainda mais do compacto Virtus. Novidade chega no segundo semestre
Divulgação
Volkswagen Jetta sobe de patamar, afastando-se ainda mais do compacto Virtus. Novidade chega no segundo semestre

A Volkswagen apresentou a nova geração do Jetta durante o Salão de Detroit (EUA), em janeiro. Na comparação com o modelo anterior, o novo terá entre-eixos maior, chegando nos 2,68 metros, representando acréscimo de 3 centímetros. Apesar de ser pouco, deverá contribuir com o aumento do espaço interno, inclusive no porta-malas que terá 510 litros.

Entre as opções de motores que estarão disponíveis o que está confirmado é o 1.4 TSI flex, capaz de render 150 cv apenas com etanol no tanque. Virá acoplado ao câmbio automático de seis marchas. Ainda não é certo se a versão topo de linha usará o 2.0 turbo, com caixa de dupla embreagem (DSG).

LEIA MAIS: Volkswagen mostra nova geração do VW Jetta no Salão de Detroit, nos EUA

Esta será mais uma empreitada da marca para melhorar o desempenho do sedã. O Volkswagen Jetta nunca empolgou nas vendas, ficando atrás de Honda Civic, Nissan Sentra, Chevrolet Cruze e o líder Toyota Corolla em várias ocasiões. Em retrospecto, o Jetta chegou ao Brasil em 2007 para rivalizar com o Civic - à época, o sedã mais vendido do Brasil. Em 2011, chegou do México o modelo que conhecemos hoje. A nacionalização veio em 2015, mas o baixo volume de vendas forçou o encerramento das operações. As últimas unidades da atual geração do VW Jetta com desconto disponíveis no Brasil vieram novamente do México.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.