Tamanho do texto

Sedã da marca alemã de torna o compacto mais vendido em junho, de acordo com o balanço mensal da Fenabrave

Volkswagen Virtus: sedã compacto, mas com espaço de médio, modelo tem sido bem aceito no mercado brasileiro
Divulgação
Volkswagen Virtus: sedã compacto, mas com espaço de médio, modelo tem sido bem aceito no mercado brasileiro

No sobe e desce das vendas de junho, um dos principais destaques fica por conta do sedã compacto VW Virtus, que se torna o modelo mais vendido do segmento no mês, conforme os números divulgados pela Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos). O modelo da marca alemã teve 4.205 unidades vendidas no mês passado ante 3.977 do Chevrolet Prisma.

LEIA MAIS: Volkswagen Virtus: 5 coisas que não te contaram sobre o modelo

No caso do VW Virtus , na comparação com as vendas de maio (4.271 unidades), o carro teve uma queda de 1,6%, índice bem menor que os 20,8% do Prisma, que chegou a ter 5.022 unidades vendidas em maio último. Entretanto, no acumulado do primeiro semestre de 2018, o modelo da GM continua sendo o sedã compacto mais vendido, com 32.015 unidades, ante 16.937 do Virtus.

Chevrolet Prisma ainda é o sedã mais vendido do País nas vendas acumuladas do ano
Divulgação
Chevrolet Prisma ainda é o sedã mais vendido do País nas vendas acumuladas do ano

Vale lembrar que o Chevrolet Prisma parte de R$ 48.390, bem menos que o valor mínimo do Virtus (R$ 61.390), embora o Volkswagen tenha mais espaço, equipamentos e motor 1.6 de 117 cv e não o 1.0 de 80 cv do GM. Interessante também é que partindo para a versão LT, com novo desenho mais equipamentos e motor 1.4 de 106 cv, o preço do Prisma salta para R$ 59.290 sem nenhum opcional, aproximando-se bastante do rival.

Outro ponto que chama atenção é que o Virtus MSI 1.6 mais em conta pode receber pacote com controles eletrônicos de estabilidade e tração, itens que o Prisma não tem nem como opcional. Com o tal pacote, o sedã da Volkswagen passa a custar R$ 62.742, valor menor que a versão topo de linha do Prisma (R$ 64.290), bem equipado, mas sem os controles eletrônicos de estabilidade e tração.

LEIA MAIS: Chevrolet Prisma chega à linha 2019 com uma série de novidades

Mercado em compasso de espera

Vendas de junho ficaram estáveis em relação ao mês anterior.  Espera-se que o mercado cresça 9,7% em 2018
Divulgação
Vendas de junho ficaram estáveis em relação ao mês anterior. Espera-se que o mercado cresça 9,7% em 2018

 Ainda conforme o balanço da Fenabrave, as vendas de junho ficaram estáveis em relação ao mês anterior. Foram 195.066 unidades ante 194.111 de maio, o que representa uma levíssima alta de 0,08%. Sempre levando em conta as vendas de automóveis e comerciais leves, a marca mais vendida se mantém na liderança, com 16,6% de participação no mercado.

LEIA MAIS: Chevrolet Prisma chega à linha 2019 com uma série de novidades

A segunda colocada no ranking das fabricantes mais vendidas é a Volkswagen, com 14,9%, seguida de perto pela Fiat (14,1%). Em quarto lugar, a Renault atingiu 10,2% de participação no mercado brasileiro, ultrapassando a Ford, com 9,6%.  No acumulado do ano, a GM se mantém na frente, com 16,4%, com a Volkswagen (14,8%) em segundo a Fiat (13 %) em terceiro. A Ford (9,5%) aparece em quarto e a Hyundai (8,6%) em quinto.

Espera-se que a chegada da nova versão 1.6 automática do VW Virtus, até o final do ano , aumente ainda mais as vendas do modelo que é derivado do Polo e conta com espaço interno compatível com o dos médios, apesar de estar situado no segmento de compactos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.