Tamanho do texto

Além do sedã, a picape Hilux também poderá desembarcar no país com versão com motor elétrico funcionando em conjunto com o a combustão

Toyota Corolla híbrido plug-in está nos planos para ser vendido na América do Sul num futuro próximo
Divulgação
Toyota Corolla híbrido plug-in está nos planos para ser vendido na América do Sul num futuro próximo

Há planos de vender as versões híbridas tanto do sedã Toyota Corolla quanto da picape Hilux na América do Sul, de acordo com o que deixou nas entrelinhas o gerente geral da marca japonesa na Argentina, Eduardo Kromberg, ao site hermano Argentina Autoblog.

LEIA MAIS: Toyota Corolla logo vai ser equipado com nova central multimídia

 Segundo o executivo, “a decisão da Toyota é seguir apostando na tecnologia híbrida, que é a mais adequada nesse momento da indústria. Sabemos que em algum momento teremos versões híbridas de Toyota Corolla e Hilux. Mas, ainda não temos datas certas para quando isso vai acontecer, embora estejamos convictos que esse é o caminho”, disse ele.

A decisão não chega a surpreender, uma vez que a Toyota marca que não está no segmento premium que tem um modelo híbrido no Brasil, o Prius. Além disso, já faz pesquisas para lançar a combinação de motor a etanol que funciona com outro elétrico. No caso do Corolla híbrido , a chegada ao mercado sul americano não deverá demorar, ao contrário da picape Hilux, que deverá levar mais tempo para ser lançada. 

LEIA MAIS: Conheça 5 sedãs que merecem aplausos, mas não são vendidos no Brasil

Toyota Corolla híbrido? 

Toyota Corolla híbrido mostrado no Salão de Pequim tem o mesmo desenho das versões vendidas no Brasil
Divulgação
Toyota Corolla híbrido mostrado no Salão de Pequim tem o mesmo desenho das versões vendidas no Brasil

A versão mais recente do Corolla híbrido foi mostrada no Salão de Pequim (China), em abril  último. Entre outras vantagens, o carro pode ter as baterias carregadas na tomada.  De acordo com a fabricante, o sedã tem 50 quilômetros de autonomia apenas no modo elétrico e teve melhorias na parte aerodinâmica para ter melhor eficiência energética.

LEIA MAIS: Confira 5 motivos para comprar o Toyota Prius e não o sedã Corolla

 Outro modelo híbrido que a Toyota poderia trazer ao mercado sul americano é o SUV C-HR, que vai passar a ser fabricado na China a partir de 2020 e terá a produção dos principais componentes das baterias, que deverá chegar a 220 mil unidades por ano dentro de dois anos.

 A estratégia de oferecer cada vez mais carros híbridos e elétricos em um volume mais abrangente no mercado vai continuar, não apenas com Toyota Corolla e Hilux Na China, por exemplo, a marca chegou a vender 140 mil unidades de modelos eletrificados em 2017. Mas esse volume vai aumentar gradativamente. 

Fonte: Argentina Autoblog

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.