Tamanho do texto

A novidade traz a engenharia de última geração da marca, que equipa o Série 8 e até o novo Toyota Supra. Veja mais detalhes a seguir

Versão conceitual do BMW Z4 tem apenas pequenos detalhes diferentes na comparação com a versão de produção
Divulgação
Versão conceitual do BMW Z4 tem apenas pequenos detalhes diferentes na comparação com a versão de produção

A nova geração da BMW Z4 foi revelada, após sair de linha em 2016. As fotos mostram a versão M40i, com apelo mais esportivo. A frente do carro é caracterizada pela clássica grade repartida da marca, bem como pelos faróis mais altos e verticais. Já a traseira tem filetes de LED e para choques agressivos, que lembra o do novo BMW Série 8. Segundo as imagens da galeria a seguir, o esportivo terá capota retrátil, feita de tecido.

LEIA MAIS: BMW M4 CS chega ao Brasil, com apenas seis unidades disponíveis

O BMW Z4 M40i terá, conforme as expectativas, um motor de 3 litros com seis cilindros em linha, biturbo, de cerca de 380 cv. Essa versão será a mais esportiva da gama “civil” do modelo, uma vez que haverá um Z4 M, preparado pela divisão esportiva, com ainda mais potência. A fabricante ainda não revelou exatamente quando a nova versão do Z4 será mostrada oficialmente, mas especula-se que seja durante o concurso de elegância de Pebble Beach (EUA), no dia 23 de agosto.

LEIA MAIS: BMW X2: SUV se mostra um contraponto em um mundo cada vez mais chato

Enquanto isso, o interior revela as novas gerações do cluster digital e da central multimídia da BMW, bem como carregador sem fio de celular, pedais de aço inox, bancos concha e outros. O que a montadora afirma é que terá diferencial blocante, freios de alto desempenho, suspensão com acerto esportivo e amortecedores controlados eletronicamente.

LEIA MAIS: BMW Z3 se tornou referência entre os roadsters modernos

“Irmão” oriental do BMW Z4

Fortes expectativas também giram em torno do
Divulgação
Fortes expectativas também giram em torno do "irmão" asiático do BMW Z4 da nova geração

Um Z4 de “olhos puxados”, o Toyota Supra é outra novidade que promete. Seu retorno certamente agradará (ou não) àqueles que amavam as antigas gerações, presentes em uma série de filmes e videogames até a 4ª geração, que saiu de linha em 2002. Ao que tudo indica, o novo modelo terá até quatro versões diferentes, o que pode significar que umas usarão o motor 2.0 turbo, de 4 cilindros, enquanto outras serão equipadas com o 3.0 turbo, de seis cilindros em linha, ambos da BMW.

LEIA MAIS: Novo BMW i3 chega ao Brasil, em 3 versões, a partir de R$ 199.950

Claramente, a Toyota já desenvolvia o Supra e ensaiava o seu retorno com o FT-1, conceitual com design baseado no clássico 2000GT que foi apresentado no Salão de Detroit de 2015. O design do esportivo japonês, que também terá como base a plataforma do novo BMW Z4, poderá ser marcado por um formato arredondado da carroceria e linhas fluidas, tal como nos esportivos futuristas, que passam a sensação de movimento.

LEIA MAIS: Toyota GT86: aceleramos o esportivo que já brilhou no Salão do Automóvel

Apesar do grande apelo do BMW Z4 , o Toyota Supra, tal como concorrentes os concorrentes diretos Mazda RX7 e Nissan Skyline GT-T e GTR - que também saíram de linha forçados pelas diretrizes que restringiam as emissões de poluentes no início dos anos 2000 - cativaram muitos apaixonados por carros e automobilismo. Refletindo a cultura japonesa das corridas de drift e subida de montanhas, traziam personalidade atemporal e engenharia com altíssima capacidade de preparação e rendimento ao modificá-los, algo bastante valorizados pelos entusiastas do mundo tuning.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.