Tamanho do texto

Novo modelo alemão aposta em características de hatches e esportivos para uma condução mais dinâmica e esportiva. Mas parte de R$ 211.950

BMW X2 2019: mais próximo ao solo, SUV aposta em um caráter musculoso com linhas de hatchback
Cauê Lira/iG Carros
BMW X2 2019: mais próximo ao solo, SUV aposta em um caráter musculoso com linhas de hatchback

Há quem não curta a predominância dos SUVs na preferência dos brasileiros. Isso faz com que as fabricantes deixem cada vez mais de investir em hatches médios, peruas ou até mesmo sedãs. Mas e se um utilitário pudesse juntar tudo que há de bom em um hatch, ou esportivo? Pois bem, muito prazer, este é o BMW X2 2019.

LEIA MAIS: VW Golf 1.0 TSI: hatch sobe de nível para ficar mais atraente

Dos hatches, o carro traz as linhas. Perceba como a área envidraçada do BMW X2 2019 vai afunilando até chegar à traseira. Por ser um pouco mais baixo, o modelo também exibe mais características de um hatch que o próprio X1. É para conquistar qualquer um à primeira vista, ainda mais vestido em amarelo cúrcuma. Para quem gosta de “causar”, o X2 chama bastante atenção no dia a dia.

LEIA MAIS: Volvo XC40: SUV de luxo, mas sem exageros

A marca nem chega a usar o termo SUV para definir o X2. Preferem “SAC”, ou Sport Activity Coupe . Exagero? Nada disso. Perceba como o modelo tem influências diretas dos antigos cupês. A queda ao fim do teto, por exemplo, foi inspirada no clássico 2000 CS. Decidiram até colocar o símbolo da BMW na coluna traseira.

LEIA MAIS: Renault Duster 4x4: um SUV compacto e aventureiro de verdade

Entre os esportivos, a posição mais baixa de dirigir. O X2 realmente faz parecer que o condutor está num Série 1, por exemplo. Ficar confortável dentro dele também é fácil. Há ajustes elétricos no banco do motorista, assim como altura e profundidade no volante. Gosto de dizer que, se entrasse vendado em um carro da BMW, poderia identificá-lo pela posição de dirigir e o cheiro único dos revestimentos em couro premium.

LEIA MAIS: Fiat Cronos 1.3 manual: eis a versão mais equilibrada do sedã

Sim, as experiências à bordo do X2 são muito sensoriais e abstratas. Dê os créditos disso para o efeito Range Rover Evoque. Por outro lado, traz alguns componentes que continuam simples além da conta. O cluster , por exemplo, é sóbrio até demais. Um carro com o porte, preço e proposta do X2 merecia uma tela 100% digital mais tecnológica e configurável. Poderiam ter ousado tanto quanto no exterior. Outra crítica fica por conta da ausência de uma entrada USB para os ocupantes do banco traseiro.

LEIA MAIS: Suzuki Jimny: para trilhas com certo estilo

O segredo está nos detalhes, e a BMW não escorregou em seu segundo SUV mais barato. Revestimento macio cobre painel e as quatro portas, com costuras pontuais e arremates de boa qualidade. Destaque para as imitações de aço escovado em “cold touch” (que faz a peça realmente parecer uma parte metálica).

LEIA MAIS: Mercedes GLA x Volvo XC40: briga quente entre SUVs de luxo

Apesar de sua proposta esportiva, o X2 traz um grande volante de três raios revestido em couro. Não chega a atrapalhar, mas uma peça menor como a do Série 1 deixariam este SUV com mais cara de hatch.

Quem curte conectividade vai se deliciar com um dos melhores kits de mídia da categoria. Os comandos da tela de 8,8 polegadas são controlados por um botão giratório localizado no console central. A interface é simples, e surpreende com seu visual futurista.

O motor 2.0, de quatro cilindros, movido a gasolina, desenvolve 192 cv de potência e 28,5 kgfm de torque a 1.350 rpm. Os números são suficientes para garantir bom desempenho, principalmente em ultrapassagens e retomadas rápidas.  De acordo com a fabricante, o conjunto permite que o X2 atinja 100 km/h em 7,7 segundos.

LEIA MAIS: Honda Civic Si: enfim, um esportivo de verdade

Mais Série 1 que o X1

BMW X2 2019: a traseira alta reflete o caráter das linhas musculosas, contrastando com as lanternas estreitas
Cauê Lira/iG Carros
BMW X2 2019: a traseira alta reflete o caráter das linhas musculosas, contrastando com as lanternas estreitas

Faz tempo que não tinha em mãos um SUV tão gostoso de andar quanto o X2, ainda mais com os confortáveis bancos de couro que abraçam as costas e garantem sustentação com as abas laterais. Isso faz o SUV alemão revelar uma característica ainda mais marcante que o bom desempenho de seu motor 2.0.

LEIA MAIS: Kia Sportage enfrenta o líder Jeep Compass. Confira a disputa!

O X2 faz curvas como um esportivo, colado ao solo. É possível dizer que ele tem mais “chão” que motor, graças ao arranjo McPherson na dianteira e multibraço na traseira. A suspensão mais baixa, entretanto, não chega a ser dura como na maioria dos modelos com proposta esportiva. O conforto na cidade está garantido, enfrentando com louvor as esburacadas ruas brasileiras. Apesar das boas características de hatches e esportivos, o X2 não deixa o seu lado utilitário de lado.

LEIA MAIS: Nissan Versa x Chevrolet Cobalt: briga entre sedãs compactos

Mas será que ele é bom de viajar como os SUVs? A resposta é sim, com espaço adequado para quatro adultos e uma criança. Um quinto passageiro adulto ficaria muito desconfortável no assento do meio, uma vez que o túnel central é alto. Sendo um carro alemão, vale lembrar que a taxa de natalidade da Europa corresponde a 1,7 filho por casal. Ou seja, o X2 cumpre bem sua função de SUV familiar. Com 470 litros de capacidade no porta-malas, você não terá dificuldade de levar qualquer tipo de bagagem.

A BMW encontrou a intersecção. Num mundo que está ficando cada vez mais chato, com lançamentos sem muita personalidade e ousadia, a marca aposta em um SUV com cara de hatch e pegada esportiva. Quem estava achando que os SUVs premium na faixa dos R$ 200 mil não tinham muita graça, o BMW X2 2019 surge para mudar paradigmas. O SUV parte de R$ 211.950 e pode chegar aos R$ 246.950 na versão que testamos.

Ficha técnica

Motor: 2.0, turbo, gasolina

Potência: 228 cv a 5.000 rpm

Torque: 35,7 kgfm entre 1.250 e 4.500 rpm

Câmbio: Automático de 8 marchas, tração integral

Direção: Elétrica

Suspensão: Indep. McPherson (dianteira) multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteira) e discos sólidos (traseira)

Pneus: 225/45 R19

Dimensões: 4,37 m (comprimento),1,82 m (largura), 1,52 m (altura), 2,67 m (entre-eixos)

Tanque: 61 litros

Porta-malas: 470 litros

Peso: 1.661 kg

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.