Tamanho do texto

Nomeado de Vision EQ Silver Arrow, traz equipamentos futuristas e pode rodar até 400 km antes de qualquer recarga

Inspirado no Mercedes W125 1937, com motor de 12 cilindros, o Mercedes-Benz Vision EQ Silver Arrow, apresentado em Pebble Beach (EUA), une tradição das corridas, identidade da marca e futurismo. Um dos grandes destaques vai naturalmente para a cor da carroceria, que tem o objetivo de recriar a tonalidade que originou o apelido “flecha de prata” aos modelos de corrida.

LEIA MAIS: Audi E-Tron: SUV que roda 400 km sem recarga e vai até 100 km/h em 6 segundos

Com estrutura em fibra de carbono, outro destaque do Mercedes-Benz Vision EQ Silver Arrow é a dianteira “hi-tech”, capaz de projetar diferentes formas e cores e que conta com uma faixa de luz contínua, presente também nas saias laterais. Já a inscrição da sigla EQ, à frente das rodas traseiras, é iluminada na cor azul, uma vez que segue o padrão de cor que também caracteriza o design da marca.

Tecnologia Mercedes-Benz de última geração

Mercedes-Benz conceitual une a história de vitórias em corridas com o futuro dos carros de alto desempenho
Divulgação
Mercedes-Benz conceitual une a história de vitórias em corridas com o futuro dos carros de alto desempenho

Enquanto isso, no interior, o que a fabricante chama de “luxo progressivo”, define-se na utilização de materiais nobres. A eles, juntam-se soluções em tecnologia avançada, como uma grande superfície de projeção no cluster panorâmico curvilíneo, bem como outras interfaces - a exemplo do modo “corrida virtual”, que projeta um “fantasma” de um outro carro para o piloto competir contra.

LEIA MAIS: BMW i3: como é a vida andando de elétrico em São Paulo

Outros destaques para o interior ficam por conta do volante, que chega equipado com uma tela sensível ao toque, por meio do qual o condutor poderá selecionar modos de pilotagem como o Comfort, Sport e Sport+, que alteram a dinâmica do carro para diferentes situações. Entre elas, as definições do som do motor, com opção que inclui o ronco de dois tipos de fórmula 1 da mercedes: o atual e o V8, que correu até 2013.

Entretanto, apesar destas sonoridades, seu motor é totalmente elétrico. Por outro lado, promete emoção, ao produzir os seus 750 cv. Isso se deve a uma fina bateria, instalada debaixo da carroceria, com uma capacidade aproximada de 80 kWh. Ela é capaz, como poucos carros elétricos , de garantir uma autonomia calculada de mais de 400 km, uma vez que tem capacidade de reciclar energia obtida dos freios e a própria cinética do carro.

LEIA MAIS: Audi Pebble Beach 18: Nasce elétrico que mistura moto, hatch e carro de corrida

Um rival do Mercedes-Benz Vision EQ Silver Arrow é o Audi conceitual Pebble Beach 18, que também acaba de ser lançado. utiliza três motores elétricos. Um transmite 204 cv de potência para o eixo dianteiro, enquanto os outros dois ficam em cada uma das rodas traseiras, com uma potência somada de 476 cv. Ao ser guiado normalmente, o carro conceitual tem um total de 680 cv e 84,6 kgfm, entretanto, com o toque de um botão, fica ainda mais forte, chegando a 775 cv por alguns instantes. A Audi estima que, em potência máxima, o PB18 acelera até 100 km/h em cerca de meros 2 segundos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.