Tamanho do texto

Reforços estruturais garantiram três estrelas para a segurança de adultos em impactos laterais. Confira os detalhes

A última leva de testes realizados pelo Latin NCAP, órgão independente que avalia o nível de segurança de todos os carros vendidos no continente, traz boas notícias para quem está considerando comprar um Ford Ka. O modelo melhorou nos testes de impacto lateral, onde havia sido reprovado em 2017 pela ausência de reforços estruturais.

LEIA MAIS: Entenda a nova plataforma de veículos elétricos da Volkswagen

Conforme comprovado pelo Latin NCAP, o Ford Ka ganhou reforços estruturais para a proteção dos impactos laterais no pilar B, bem como elementos de absorção de energia nas portas para a proteção dos adultos. Por conta da proteção para o peito, ainda considerada fraca pelo NCAP, o resultado não pôde ser melhor. No resultado final, o compacto da Ford levou três estrelas (das cinco possíveis) para a proteção de adultos e quatro estrelas para segurança de crianças.

LEIA MAIS: Veja 5 dicas para garantir o melhor valor de revenda

O Latin NCAP destaca que os dummies infantis (manequins que simulam ocupantes) reagiram bem aos testes de impacto lateral e frontal. Tanto o manequim de dezoito meses quanto o de três anos estavam acomodados em cadeirinhas através da ancoragem ISOFIX. Vale lembrar que o Ka é oferecido com cinto de apenas dois pontos para o ocupante que vai no meio do banco traseiro nas versões mais baratas.

Ford Ka vai bem, mas e os outros?

Diferentemente do Ford Ka, a dupla Renault Sandero e Logan desapontou no teste de colisão lateral
Divulgação
Diferentemente do Ford Ka, a dupla Renault Sandero e Logan desapontou no teste de colisão lateral

Os últimos testes realizados pelo órgão independente não foram animadores. No começo de agosto, o Nissan March desapontou com apenas uma estrela para a segurança de adultos. De acordo com o Latin NCAP, a estrutura do subcompacto se mostrou instável. Corre-se o risco de estruturas do painel irem de encontro aos joelhos dos ocupantes do banco dianteiro em uma colisão frontal.

LEIA MAIS: Estudo mostra que cinto de segurança é fundamental em colisões

Um mês antes, a dupla Renault Logan e Sandero também desapontou. Obtiveram apenas uma estrela para a segurança de adultos e três para crianças. De acordo com o Latin NCAP, os modelos ganharam proteções pobres de impacto frontal, explicando a única estrela para adultos. Mesmo contando com barras laterais nas portas, o órgão diz que falta uma estrutura mais rígida para garantir melhor nota.

Tal como no Ford Ka , a dupla da Renault não traz cinto de três pontos para todos os ocupantes como item de série. Lembramos que os testes do Latin NCAP sempre são realizados considerando modelo menos equipado possível vendido no continente. O órgão finaliza dizendo que o Sandero vendido na África e testado pelo Global NCAP possui cinto de três pontos para todos os ocupantes e ancoragem Isofix para cadeirinhas desde a versão mais simples.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.