Tamanho do texto

Trata-se do Tarek R-Line, que vem com motor 2.0, turbo, de 185 cv e está sendo apresentado no Salão de Guangzhou (China)

VW Tarek R-Line: versão com apelo esportivo vem com uma série de detalhes exclusivos
Divulgação
VW Tarek R-Line: versão com apelo esportivo vem com uma série de detalhes exclusivos

Entre as novidades que estão sendo mostradas no Salão de Guangzhou (China), algumas interessam ao Brasil. Um exemplo é a versão esportiva do novo utilitário esportivo médio da Volkswagen, o VW Tarek R-Line, que no mercado chinês vai se chamar Tharu R-Line.

LEIA MAIS: Volkswagen revela novo SUV médio por completo, rival do Jeep Compass

Entre as diferenças na comparação com as demais versões a R-Line do VW Tarek,   destacam-se alguns detalhes estéticos, aleem do conjunto mecânico mais bem disposto.  Sai o 1.4 turbo e entra o 2.0,  também sobrealimentado, que para a China tem um pouco menos de potência. São 185 cv e 32,7 kgfm de torque, ante 220 cv e 35,7 kgfm do mesmo motor instalado no Tiguan R-Line.


Na parte estética, o VW Tarek R-Line conta com rodas de aro 18 polegadas, quatro saídas de escape cromadas e interior com vários detalhes exclusivos, entre os quais os emblemas "R-Line" nos tapetes e bancos, além de volante revestido de couro com costuras brancas e pedais de alumínio perfurado.

LEIA MAIS:  Tanoak, nova picape da VW, esbarra em impasse antes da produção

Entretanto, ainda não se sabe se as versões do Tarek que serão feitas na Argentina, a partir de 2020, vão incluir a esportiva R-Line. De qualquer forma, o novo utilitário esportivo médio será um novo rival de peso do Jeep Compass, que reina absoluto no segmento, por enquanto.

Antes do VW Tarek

VW T-Cross é menor que o VW Tarek e vai chegar às lojas no Brasil em abril do ano que vem
VW T-Cross
VW T-Cross é menor que o VW Tarek e vai chegar às lojas no Brasil em abril do ano que vem

 A empreitada da Volkswagen no segmento de SUV pode ser tardia, mas para valer. Antes do VW Tarek, a marca vai lançar no Brasil o  VW T-Cross, que faz parte dos 5 SUVs que a fabricante terá no País até 2020, contando, também, o Tiguan.

A Volkswagen chega com certo atraso no terreno dos utilitários esportivos, mas terá uma ofensiva importante de lançamentos no segmento, cuja participação de mercado até 2022 deverá chegar a 30% do mercado, de acordo com as estimativas da própria fabricante

 Apesar de ser um modelo global, o VW T-Cross terá diferenças em cada um dos mercados em que estará inserido. O novo SUV compacto contará com motores 1.0 e 1.4 turbinados, ambos utilizados no Golf. O primeiro entrega 128 cv de potência, enquanto o 1.4 das versões mais caras chega em 150 cv.

LEIA MAIS: VW T-Cross: andamos no protótipo do novo SUV. Confira as primeiras impressões

Menor que o do VW Tarek  , o porta-malas do T-Cross varia entre 373 e 420 litros, conforme a posição do banco traseiro deslizante. Isso também possibilita que passageiros mais altos tenham mais conforto. Todas as versões do SUV contarão com seis airbags e controle e estabilidade e tração.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.