Tamanho do texto

Mercado no Brasil deverá voltar ao patamar de 3 milhões de unidades anuais no fim do ano, ainda de acordo com as previsões

Com o novo regime automotivo aprovado e melhora na economia, setor automotivo crescerá em 2019, diz a Anfavea
Divulgação
Com o novo regime automotivo aprovado e melhora na economia, setor automotivo crescerá em 2019, diz a Anfavea

As vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil tiveram alta de 12,6% em 2018 na comparação com o ano anterior de acordo com o balanço da Anfavea (Associacão Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Foram 2.166.790 unidades ante 1.933.678 computados em 2017. Para 2019, a previsão é que o mercado fique em torno de 3 milhões de unidades, com crescimento de 11,4%.

LEIA MAIS: Importadoras registram alta de 26,3% em 2018. Veja as previsões de 2019

Com  a aprovação do novo regime automotivo Rota 2030, o setor automotivo passa a ter mais previsibilidade, o que gera investimentos e um ambiente propício para as vendas crescerem, de acordo com a Anfavea . Por enquanto, as fabricantes trabalham com nível de estoque razoável, de 255,1 mil unidades, sendo 63 mil nas fábricas e o restante nas concessionárias, volume que corresponde a 33 dias.

O nível de emprego no setor se mantém estável, com leve alta de 1,7% em 2018.  Com uma previsão de crescimento do PIB entre 2,5% e 3%, aprovação das reformas necessárias para a situação econômica do País melhorar e dólar entre R$ 3,70 e R$ 3,90, a confiança do consumidor deverá voltar, assim como o ciclo de investimento s, ainda conforme a Anfavea.

LEIA MAIS: Veja os 5 seminovos mais vendidos do Brasil em 2018

 Mais previsões da Anfavea

Situação das exportações a partir do Brasil continuará complicada em 2019, de acordo com previsões da Anfavea
Divulgação/BMW
Situação das exportações a partir do Brasil continuará complicada em 2019, de acordo com previsões da Anfavea

O que deverá continuar desfavorável é a questão das exportações, uma vez que as condições da economia argentina deverão continuar complicadas. Espera-se que o mercado do país vizinho fique em torno de 600 mil unidades em 2019, o que representa uma queda de 2% em relação a 2018. Vale lembrar que cerca de 70% do volume exportado a partir do Brasil segue para a Argentina.

LEIA MAIS: Vendas têm alta de 13,7% em 2018. Veja ranking dos 10 carros mais vendidos

Com os resultados de 2018 divulgados pela Anfavea , o Brasil se torna o oitavo maior mercado de automóveis do mundo, atrás de China, EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, e Itália. Mas já fomos o quarto maior mercado, em 2014, com um volume aproximado de 3,3 milhões de unidades vendidas no ano, o suficiente para superar todos os países europeus, além de Índia, Rússia e Canadá, entre outros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.