Tamanho do texto

Todos os modelos desta lista atraem pelo bom custo-benefício, manutenção fácil e facilidade na hora de revender. Confira os destaques

Por que comprar um seminovo com alta procura no mercado? Um carro como esse é requisitado normalmente pela confiabilidade, baixos custos de manutenção, praticidade e outros tipos de custo-benefício. Com isso, os seminovos mais vendidos costumam depreciar menos ao longo do tempo e se mantêm relativamente atuais, mesmo com a chegada de sucessores. Entretanto, a maior das vantagens é certamente a facilidade de vendê-lo.

LEIA MAIS: A volta do Corsa ao Brasil. O que há de verdade nessa história

Segundo levantamento da plataforma AutoAvaliar — utilizada atualmente em mais de 2.500 concessionárias e 30 mil revendedores multimarcas no Brasil — alguns foram os modelos que mais registraram interesse dos compradores. Entre os seminovos mais vendidos , separamos os maiores destaques por marca. Veja quais são, com seus respectivos valores médios de revenda:

1- Chevrolet Classic (preço médio de R$ 16.669)

Chevrolet Classic é o maior destaque entre os seminovos mais vendidos, por conta de seu custo-benefício
Divulgação
Chevrolet Classic é o maior destaque entre os seminovos mais vendidos, por conta de seu custo-benefício

O sedã do Corsa é o mais procurado entre os seminovos, superando o próprio Gol e seus 38 anos de mercado. Vendido por aqui entre 2003 e 2016, seu sucessor Prisma Joy ainda não acumulou uma legião tão grande de compradores apenas pela diferença de preço entre ambos, uma vez que a sua proposta de um sedã compacto para usar e abusar no dia-a-dia é a mesma do Chevrolet Classic .

A versão mais procurada, segundo as pesquisas, é a 1.0 VHC E Flex, com motor que desenvolve 78 cavalos e 9.7 kgfm quando abastecido com etanol. Tem tanque de combustível com capacidade para 54 litros e autonomia de 900 km com gasolina, de acordo com dados da fabricante da época em que o carro foi lançado.  Entre as possíveis configurações com o passar dos anos, vinha com direção hidráulica, travas e vidros elétricos, chave com controle remoto e alarme antifurto, sistema de som com CD Player e entrada USB e Bluetooth.

LEIA MAIS: Volkswagen perdeu a vergonha com o Gol Automático

2- VW Gol (preço médio de R$ 16.845)

VW Gol pode até ser o 2º colocado entre os seminovos mais vendidos e ainda tem sucesso nas lojas de todo Brasil
Divulgação
VW Gol pode até ser o 2º colocado entre os seminovos mais vendidos e ainda tem sucesso nas lojas de todo Brasil

Depois dos 26 anos consecutivos como líder de vendas, o carro é recordista entre os carros mais longevos do Brasil, como o Fusca, Opala e Kombi. A cada geração, uma novidade era lançada e fazia ele permanecer entre os mais vendidos. Tendo superado o Fusca em números de produção, em 2009, até hoje o hatch compacto é visto nas ruas em suas diversas formas e cores, mas todas elas com a mesma filosofia: oferecer apenas o necessário e ser muito bom nisso.

Mesmo pensado para ser um carro “feijão com arroz”, a atual geração do VW Gol traz equipamentos como duas opções de central multimídia: Discovery (R$ 2 mil) e Composition (R$ 2,1 mil). Já o pacote Urban (R$ 3 mil) acrescenta alarme, chave canivete, rodas de liga leve, faróis de neblina, ajuste de altura e profundidade do volante e sensor de estacionamento traseiro.

LEIA MAIS: Ford Ka 1.5 automático: versão inédita ganha pelo diante dos rivais

3- Novo Ford Ka (preço médio de R$ 26.964)

Ford Ka: Mesmo com muito menos unidades em circulação, garante o 3º lugar na lista dos seminovos mais vendidos
Divulgação
Ford Ka: Mesmo com muito menos unidades em circulação, garante o 3º lugar na lista dos seminovos mais vendidos

No levantamento, o Ford Ka atual chegou a superar todos os anos em que ainda era um subcompacto, entre 1997 e 2013. Isso porque tem qualidades para competir no segmento mais quente do mercado brasileiro: o dos hatches compactos. Em seu lançamento na Europa, em 1996, foi considerado um carro à frente do seu tempo, cuja carroceria subcompacta antecipou atributos que só seriam oferecidos anos depois, com a conjuntura atual da mobilidade urbana.

Entre os maiores destaques da geração atual, está a central multimídia Sync 3, com tela sensível ao toque, que agora está disponível a partir da versão SE Plus 1.0 (R$ 48.490). No caso da SE (R$ 45.990), existe apenas um sistema de som convencional, com uma entrada USB e conexão via Bluetooth. Segundo o Inmetro, as versões equipadas com motor 1.0 de três cilindros é capaz de fazer 13,5 km/l de gasolina na cidade e 15,7 km/l na estrada, números que passam para 9,2 km/l e 10,8 km/l, com etanol, respectivamente.

LEIA MAIS: Fiat Uno da linha 2019 chegará com uma série de novidades, já no mês que vem

4- Fiat Palio (preço médio de R$ 21.840)

De rival número 1 do Gol e campeão de vendas, saiu do mercado de novos, mas é forte entre os seminovos mais vendidos
Divulgação
De rival número 1 do Gol e campeão de vendas, saiu do mercado de novos, mas é forte entre os seminovos mais vendidos

Lançado pela marca italiana em 1996, com o objetivo de competir diretamente com o Gol, o carro teve apenas duas gerações ao longo de toda a sua trajetória que se encerrou este ano, apesar de seu visual permanecer vivo na picape Strada e na aventureira Weekend (que iniciou, ainda nos anos 90, a onda de modelos aventureiros urbanos). Foi precursor de algumas tecnologias, como air bags frontais e freios ABS para compactos. Por esses e outros motivos, o Fiat Palio foi bem sucedido e sempre manteve índices altos nas vendas.

Durante as mais de duas décadas no mercado nacional, o compacto vendeu mais de 3 milhões de unidades e conseguiu desbancar o Gol na preferência dos consumidores em 2014. Mas, no ano passado, com a chegada do Argo, o número de vendas do Palio caiu, o que acabou por sacramentar o fim da linha de produção do popular. O modelo vinha sendo vendido nas versões com motor 1.0 Fire na carroceria antiga e 1.4 na do Novo Palio.

LEIA MAIS: Nissan March 1.6 anda bem, mas deve melhor custo-benefício

5- Nissan March (preço meedio de R$ 25.519)

Nissan March é o representante japonês entre os populares que formam a lista dos seminovos mais vendidos
Divulgação
Nissan March é o representante japonês entre os populares que formam a lista dos seminovos mais vendidos

O March começou a ser vendido no Brasil em 2011 sob importação do México e passou a ser produzido em Resende (RJ), ganhando retoques visuais em abril de 2014. Em relação aos rivais de sua categoria, muito chamava atenção o seu design carismático, mas acima de tudo, a boa reputação que qualquer marca japonesa tem no mundo todo. Desde então, o carro recebeu poucas novidades, sendo que a mais importante delas foi a introdução das configurações com motor 1.6 litro flex e câmbio automático Xtronic CVT, este herdado do sedã médio Sentra.

Por a partir de R$ 47.490, sua versão 2019 pode ser encontrada nas concessionárias em somente duas versões de acabamento, a SV e a SL. A primeira vem com motor 1.0 e opção de câmbio manual, ou 1.6 com caixa manual ou automática, do tipo CVT, enquanto a segunda é oferecida somente na configuração 1.6 CVT. Ambas as versões compõem os números do Nissan como um entre os seminovos mais vendidos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.