Sedã zero ou seminovo? São vários os fatores que devem ser colocados na ponta do lápis antes de comprar um carro, mas um deles é absolutamente inquestionável. Você terá a possibilidade de levar um carro mais equipado, espaçoso e potente se apostar no mercado dos sedãs médios seminovos.

LEIA MAIS: Veja 5 motivos para comprar VW Saveiro e não a líder Fiat Strada

Com três ou quatro anos de mercado, a maior parte dos modelos já sofreu a depreciação inicial. Isso deixa os seminovos muito mais atrativos, uma vez que o consumidor será capaz de levar um Cruze pelo mesmo valor do Cobalt, por exemplo. Partindo disso, a reportagem do iG Carros elege cinco sedãs médios seminovos que custam o mesmo que modelos compactos zero quilômetro. Acompanhe as sugestões!

1 - Honda Civic LXS 1.8 AT 2015 - entre R$ 53 mil e R$ 55 mil

undefined
Divulgação
Honda Civic é uma das melhores opções entre os sedãs médios seminovos, custando menos que um City zero km

Se interessou na linha Honda City 2019? Saiba que é possível comprar o irmão médio Civic por quase R$ 10 mil a menos que a sua versão de entrada. A Honda divulga que o City parte de R$ 62.500 na versão DX com motor 1.5 e câmbio manual. Mas por valores entre R$ 53 mil e R$ 55 mil, é possível encontrar o Civic 2015 com câmbio automático e diversos atrativos nos melhores classificados online.

Além do entre-eixos, que é 6 cm maior no Civic, o modelo médio conta com ar-condicionado, central multimídia com as conectividades Bluetooth, USB e auxiliar, computador de bordo e direção assistida. O motor 1.8, de 140 cv de potência e 17,7 kgfm de torque também é um dos pontos-chave, bem mais forte que os 116 cv do City. O único ponto em que o sedã médio fica devendo é no espaço do porta-malas, com escassos 449 litros contra 536 l do City. Mesmo assim, continua sendo uma compra segura.

2 - Toyota Corolla GLi 1.8 AT 2015 - entre R$ 62 mil e R$ 68 mil

undefined
Divulgação
O badalado Toyota Corolla é destaque entre os sedãs médios seminovos do Brasil. Pode até roubar clientes do Etios

As pessoas sempre pagaram caro pelo Corolla GLi e continuarão fazendo isso com o modelo seminovo. Repare que ele chega a custar R$ 10 mil a mais que o próprio Civic, fabricado no mesmo ano. Mas ele ainda surge como um bom negócio, comparando com o Etios Sedan X Plus 2019 que chega a custar R$ 63.990.

LEIA MAIS: Confira os 10 carros seminovos mais vendidos do Brasil em 2018

São 2,70 metros de entre-eixos no Corolla contra apenas 2,55 m do Etios. Portanto, se você já tem filhos adolescentes, o sedã médio poderá ser a melhor opção. Sem falar no competente motor 1.8 de 144 cv e 18,1 kgfm de torque, aliado ao câmbio CVT que já simula sete marchas. O Corolla é uma das compras mais racionais que um cliente pode fazer no mercado de seminovos, ainda mais considerando que foi o modelo mais emplacado de sua categoria.

3 - Chevrolet Cruze LT 1.8 2015 - entre R$ 55 mil a 58 mil

undefined
Divulgação
A lista dos sedãs médios seminovos que custam o mesmo que compactos não poderia ficar sem o Cruze Sedan

Como modelo global da GM, o Cruze ficou conhecido por introduzir algumas tecnologias valorizadas entre os modelos médios, como controle eletrônico de estabilidade e central multimídia com tela sensível ao toque e entrada USB. Na linha 2015, o carro tem desenho que ainda se mantém atual, embora tenha mudado bastante em relação à geração seguinte, vendida hoje em dia.

O motor é o 1.8 Ecotec, de quatro cilindros, de 144 cv, que funciona com o hesitante câmbio automático de seis marchas. Pode não ser um dos conjuntos mais eficientes, mas garante bom desempenho e conforto tanto na estrada quanto em trechos urbanos. O espaço interno elogiável, com bons 450 litros no porta-malas e espaço suficiente para cinco ocupantes viajarem sem aperto. Custa menos que o Prisma LT 1.4 novo, tabelado em R$ 59.990.

4 - Nissan Sentra SL 2016 - entre 53 mil e 55 mil

undefined
Divulgação
Pode valer mais a pena comprar o Sentra entre os sedãs médios seminovos que investir no Versa

Entre os principais destaques do Sentra é o espaço interno. É um pouco maior que os principais rivais, com entre-eixos de 2,70 metros. E no porta-malas carvernoso vão 503 litros. O silêncio ao rodar é outro qualidade do carro, que vem com motor 2.0, de 140 cv e pacato câmbio automático CVT, que procura manter o ponteiro do contagiros sempre baixo.

Em 2016 o sedã médio estava prestes a receber uma reestilização, que se concentrou na frente. Por dentro, as diferenças são mais discretas e o acabamento conta com certo capricho e boa ergonomia. Dentro do Grupo Renault-Nissan, o sedã compacto Logan 1.6 parte de R$ 60.790 com câmbio manual, de cinco marchas, bem mais simples que o Sentra.


5 - VW Jetta Comfortline 2.0 - entre 56 mil e R$ 58 mil

undefined
Divulgação
Finalizamos a lista dos sedãs médios seminovos com o Jetta 2.0, que ainda é tão barato quanto um Voyage novo

A versão mais em conta do Jetta da geração anterior vem com motor 2.0, de 8 válvulas e 120 cv, que funciona com câmbio automático de seis marchas. Apesar de ser de concepção antiga, destaca-se pelo baixo custo de manutenção e por responder com certa agilidade em baixa rotação.

LEIA MAIS: Golf seminovo ou Polo zero? Conheça 5 hatches médios pelo preço de compactos

Diferente da versão topo de linha Highline, com motor 2.0 turbo, a mais simples vem com eixo de torção na traseira, uma solução mais em conta que não garante a mesma estabilidade, mas fica a contento. Leva 510 litros no espaçoso no porta-malas e tem o essencial do conforto, como ar-condicionado digital e sensores que acionam os faróis e o limpador de para-brisa. Entre os sedãs médios seminovos , custa menos que o Voyage 1.6 novo, cotado em R$ 58.400.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários