Fazer amizade com o frentista está longe de ser o objetivo de qualquer pessoa, mas pode acabar se tornando realidade caso o seu veículo seja gastão. Apesar de estarmos vivenciando um momento positivo sobre eficiência energética, downsizing e redução nas emissões, alguns modelos de engenharia mais antiga continuam sendo vendidos por aqui. Para dar uma força na hora de comprar seu carro novo, a reportagem do iG elege os cinco hatches mais gastões disponíveis no mercado brasileiro.

LEIA MAIS: Veja os 5 SUVs compactos mais econômicos com câmbio automático

5 - Honda Fit EXL 1.5 AT - média de 13,2 km/l com gasolina

undefined
Divulgação
O Honda Fit 2019 abre a lista dos hatches mais gastões disponíveis no mercado brasileiro

O Fit foi modernizado no fim de 2017, ganhando controle de estabilidade e tração. Por outro lado, a Honda manteve o antiquado motor 1.5, de 116 cv de potência e 15,3 kgfm de torque, acoplado ao câmbio CVT. Desse jeito fica difícil para o modelo competir com adversários mais econômicos, ainda mais com câmbio automático. Conforme os dados do Inmetro, o Fit faz 12,3 km/l na cidade e 14,9 km/l na estrada com gasolina. Com etanol, os números vão para 8,3 km/l e 9,9 km/l entre os hatches mais gastões .

4 - Ford Fiesta 1.6 SE Plus AT - média de 12,9 km/l com gasolina

undefined
Divulgação
Entre os hatches mais gastões, o Ford Fiesta está na zona da degola. Após 24 anos de história, sairá de linha no Brasil

A Ford já anunciou o fechamento de sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP), onde são feitos alguns caminhões e o compacto Fiesta. Portanto, o modelo deixará de ser fabricado por aqui, após 24 anos de história. O casamento entre o motor 1.6 de 128 cv e 16 kgfm de torque com o câmbio automatizado,de seis marchas, nunca foi um mar de rosas. Com essa configuração, o máximo que você vai conseguir extrair do Fiesta, conforme o Inmetro, é um sofrível 11,2 km/l na cidade e 14,9 km/l na estrada com gasolina. Por desencargo de consciência, o consumo é bem pior quando o Fiesta é abastecido com etanol: 7,8 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada.

3 - Fiat Argo 1.8 AT - média de 12,6 km/l com gasolina

undefined
Divulgação
O Fiat Argo 2019 pode ser um carro novo entre os hatches mais gastões, mas o conjunto mecânico é de 2009

O motor 1.8 da Fiat também é antigo, se compararmos aos seus rivais mais recentes (Polo e Yaris). Trata-se do mesmo e.Torq lançado no Fiat Bravo em meados de 2009, se prolongando para as linhas Palio Sporting, Idea, Linea e Jeep Renegade. Portanto, há de se esperar que o Argo também não seja dos menos gastões, ainda mais com câmbio automático de seis velocidades. De acordo com o Inmetro, o modelo é capaz de aferir 8 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol. Na gasolina, o número sobe para 11,5 km/l e 13,8 km/l.

LEIA MAIS: Confira 10 lançamentos que chegarão ao Brasil até o final de 2020

2 - Volkswagen Fox Connect 1.6 - média de 11,1 km/l com gasolina

undefined
Divulgação
O Volkswagen Fox foi lançado em 2003 com a proposta de ser econômico. Hoje, é um dos hatches mais gastões

O Fox é dono do conjunto mecânico mais antigo de nossa lista, com aproximadamente 20 anos de mercado no Brasil (lançado no Golf em 1999). Quando o Fox adotou este motor 1.6, seu consumo era bem melhor que a maioria dos carros da época. Imutável por tanto tempo, é claro que o arranjo ficaria defasado. Hoje, o Fox Connect faz apenas 10,4 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada com gasolina. Com o combustível derivado da cana de açúcar, os números vão para gritantes 7,4 km/l e 8,2 km/l.

LEIA MAIS: Veja 5 sedãs médios seminovos pelo preço de compactos zero

1 - Renault Sandero R.S. 2.0 - média de 9,5 km/l na gasolina

undefined
Divulgação
Renault Sandero RS justifica sua entrada na lista dos hatches mais gastões pela proposta esportiva

O Sandero RS é destaque entre os hatches mais gastões Com 150 cv e 20,9 kgfm de torque, acelera de 0 a 100 km/h em 8 segundos, como um legítimo esportivo bem acertado em todos os aspectos. O consumo acaba sendo alto pela proposta. De acordo com o Inmetro, ele faz 8,3 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada com gasolina. No etanol, seu consumo baixa para 5,9 km/ em ciclo urbano e 7,6 km/l na rodovia entre os hatches mais gastões , isso mantendo o motor em baixa rotação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários