Tamanho do texto

Modelo chegará ao Brasil entre o fim de 2019 e começo de 2020. Veja todos os detalhes sobre o novo sedã da GM, rival de Cronos, Virtus e companhia

Teaser do Chevrolet Prisma mostra os novos faróis, com lustres menores e design mais elegante
Divulgação
Teaser do Chevrolet Prisma mostra os novos faróis, com lustres menores e design mais elegante

Após vários flagras, o Chevrolet Prisma da nova geração finalmente aparece em seu primeiro teaser oficial. O modelo está marcado para estrear no Brasil no segundo semestre de 2019, já como modelo 2020, com várias novidades. Com base na nova plataforma mundial GEM (Global Emerging Markets), o novo sedã ficará maior que a atual geração.

LEIA MAIS: Ford EcoSport da nova geração aparece camuflado pela primeira vez

A nova plataforma do Chevrolet Prisma é o primeiro fruto da parceria com a SAIC, braço da GM na China. As lanternas dianteiras ficarão mais afiadas e esportivas, diferentemente do modelo atual que é reconhecido pelos faróis grandes. A grade dianteira também fica maior, sendo cortada apenas por um estreito filete que leva a “gravatinha” da Chevrolet.

Nova geração do Chevrolet Prisma é flagrada em testes, ainda camuflada. Deverá chegar às lojas no fim do ano
Leonardo Gomes/ Auto Aventura
Nova geração do Chevrolet Prisma é flagrada em testes, ainda camuflada. Deverá chegar às lojas no fim do ano

Pelo menos na China, o modelo tem 4,47 metros de comprimento e 2,61 de entre eixos. Isso mostra um reposicionamento do Prisma, que sai da categoria dos sedãs de entrada para ocupar o lugar de status na linha da Chevrolet. Este é um dos motivos pelos quais a GM também poderá manter o modelo atual como uma versão Joy mais em conta, da mesma forma que já ocorreu com Gol e Palio no passado - onde duas gerações coexistiram no mercado.

Entre as novidades da nova geração do Prisma também se destacam os novos motores que vão sair da fábrica de Joinville (SC) a partir do terceiro trimestre de 2019. Entre os quais estará o 1.0, de três cilindros, que segue o projeto da Opel, marca alemã que era da GM e agora faz parte da Peugeot-Citroën. A novidade promete ser mais eficiente e moderna que o atual, uma vez que a linha Onix e Prisma tem alguns entre os motores mais defasados do mercado brasileiro. Para se ter uma ideia, trata-se da mesma família de motores que equipou o antigo Corsa.

LEIA MAIS: Projeção mostra como será a próxima geração do Peugeot 2008

Vale dizer que o modelo chinês é equipado com 1.0 turbo, de três cilindros, capaz de render 116 cv e 1.3, que também deverá ser tricilíndrico, mas aspirado, de 103 cv. Ainda não se sabe se essas duas versões vão fazer parte das que vão estar disponíveis no Brasil. De qualquer forma, o sedã vai subir de nível, não apenas pelo porte de carro intermediário, mas pelo grau de sofisticação e de equipamentos. Também no oriente, o Chevrolet Prisma da nova geração terá até teto-solar, equipamento que dificilmente aparecerá no modelo brasileiro.

Chevrolet Prisma e os novos sedãs

O Renault Logan apostará em um leve facelift para continuar enfrentando Chevrolet Prisma, VW Virtus e Fiat Cronos
Divulgação
O Renault Logan apostará em um leve facelift para continuar enfrentando Chevrolet Prisma, VW Virtus e Fiat Cronos

Além dos novos VW Virtus e Fiat Cronos , o Chevrolet Prisma virá para brigar com a futura leva de sedãs compactos que estão para chegar ao mercado. Três modelos estão engatilhados: Logan, HB20S e City. No que diz respeito ao modelo francês, será apenas uma reestilização simples com novo câmbio CVT, que deverá acontecer antes do meio do ano.

Em seguida, teremos o lançamento do HB20S em meados do primeiro semestre de 2020. O modelo acompanhará as mudanças do hatchback que será renovado ainda em 2019, possivelmente com os mesmos motores 1.0 e 1.6 da geração atual (considerando que o 1.0 turbo não foi bem aceito).

LEIA MAIS: VW terá SUV abaixo do T-Cross no ano que vem

Por último, teremos a nova geração do Honda City em 2021. Apesar de ainda não ter aparecido em testes, o site indiano Livemint apurou que o modelo que rivaliza com o Chevrolet Prisma começará a ser vendido no Oriente no ano que vem, contando com uma versão híbrida para 2021. Em alguns mercados, o sedã compacto também poderá vir com o novo 1.0 turbo, de três cilindros, com duplo comando no válvulas no cabeçote com variador de fase entre os recursos.