undefined
Kleber Pinho da Silva
Peugeot 2008 também terá características da nova geração do 208 do Salão de Genebra (Suíça)

O designer Kleber Pinho da Silva se inspirou nas linhas do novo 208 que será revelado em detalhes no Salão de Genebra (Suíça) para criar a projeção do futuro SUV Peugeot 2008. De acordo com o site Carscoops, o modelo oficial que já é visto circulando pelas ruas europeias desde 2018 deverá ser lançado entre o fim do ano e o início de 2020.

LEIA MAIS: Volkswagen terá novo SUV abaixo do compacto T-Cross

Com fortes influências dos irmãos 3008 e 5008, o novo Peugeot 2008 terá aparência muito mais premium que o modelo atual. Podemos esperar por lanternas com três acentuações em LED, uma grande grade dianteira texturizada e pacote de customização de cores. Por dentro, é possível que integre várias das mudanças apresentadas no compacto 208, com teclas em padrão “piano”, acabamento premium e comandos do ar-condicionado integrados à central multimídia.

LEIA MAIS: Novo SUV Renault Arkana aparece em patentes no Brasil

Dificilmente a Peugeot ficaria de fora do segmento que mais cresce no Brasil. Portanto, podemos esperar que o novo 2008 seja fabricado no continente - em El Palomar, na Argentina, ou nas dependências de Porto Real (RJ).

Peugeot 2008 enfrentará mares tempestuósos

undefined
Divulgação
Irmão maior do Peugeot 2008, o SUV de sete lugares 5008 foi o último lançamento da marca no Brasil

Mesmo crescendo globalmente, a situação do Grupo PSA é delicada na América Latina. De acordo com a Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos), tanto Peugeot quanto Citroën perderam espaço de mercado brasileiro. Ainda de acordo com a entidade, a Peugeot caiu das 26.855 unidades emplacadas em 2017 para 23.674 em 2018. A Citroën foi de 22.556 emplacamentos para apenas 20.336. Essa queda surge no contraste de um crescimento de 13,7% em 2018 do mercado como um todo.

LEIA MAIS: Renault Kwid com retoques no desenho aparece antes da estreia

A Argentina é o mercado mais importante da PSA na América Latina. Por lá, a Peugeot fechou 2018 na sétima colocação (61.168 unidades vendidas) enquanto a Citroën (27.604) surge logo abaixo, em oitavo.

A forte crise que afeta o país, entretanto, pode ser um empecilho. Foram apenas 58.017 unidades comercializadas em janeiro, mostrando melhorias após um fraco volume de emplacamentos em 2018 (802 mil unidadades e as projeções para 2019 apontam entre 600 mil e 650 mil). Na comparação entre janeiro último e o mesmo mês do ano passado, o volume de vendas caiu pela metade. Resta saber se os rumos econômicos de ambos os países irão afetar a produção do Peugeot 2008 renovado por aqui.

Projeção:  Kleber Pinho da Silva

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários