Tamanho do texto

Elétrico em questão é o City K-ZE, mais em conta que o Zoe. Mas ainda está sem previsão de ser vendido no País. Saiba mais detalhes do modelo

Renault K-ZE
Divulgação
Renault Kwid de nova geração será bastante similar a este aqui: o elétrico K-ZE. Ainda assim, não chegará tão cedo

Anunciado para ser lançado na Asia, no segundo semestre, o elétrico City K-ZE adianta o visual do novo Renault Kwid, que vai bem nas vendas no Brasil e deverá ser reestilizado na Índia no fim do ano. Como parte da nova linguagem visual da marca, o carro terá faróis duplos com LED na parte de cima, novo desenho de para-choques, central multimídia de 8 polegadas e seletor de marcha giratório para versões com câmbio automático.

LEIA MAIS: Renault mostrará versão elétrica do Kwid no Salão de Xangai, na China

Além da reestilização do Renault Kwid , a montadora francesa também cogita vender o elétrico por aqui. Na apresentação oficial do City K-ZE conceitual, executivos da fabricante afirmaram que, para que dê certo, dependem dos incentivos do governo para modelos eletrificados. Uma vez no nosso mercado, será uma alternativa mais viável ao Zoe, que é vendido por R$ 149.900.

Algo que motiva a montadora francesa a querer remodelar o design de seus carros são os planos de dobrar as vendas anuais na Índia até 2022, que por sua vez beneficiará o Brasil, devido à similaridade que ambos os mercados têm entre si. Para atingir essa meta, alguns lançamentos estão no “forno”, entre eles, o inédito Triber (minivan baseada no Kwid) e um SUV compacto abaixo do Duster.

LEIA MAIS: Renault lança Kwid Outsider, na Colômbia, pelo equivalente a R$ 36.900

Em entrevista ao site Livemint , o novo chefe executivo da Renault Índia, Venkatram Mamillapalle, afirmou: "Nós precisamos dobrar os volumes e nossa participação de mercado até 2022 com uma linha correta de produtos. Chegaremos lá com o Triber e o HBC (código de um SUV compacto). Esse último irá trazer volumes que justificarão nosso plano até 2022. Além disso, iremos trazer as versões renovadas de Kwid e Duster mais para frente neste ano".

Zoe, o Renault elétrico no Brasil

Renault Zoe
Cauê Lira/iG Carros
O Zoe é o único elétrico da marca à venda. O Twizy, que já circula por SP, esteve disponível apenas para as seguradoras

O Renault Zoe é um sonho antigo da Renault do Brasil. A marca sempre esteve envolvida na “cena” dos carros elétricos , chegando a fornecer uma frota do compacto Twizy para seguradoras nas grandes cidades. Quem esteve no Salão do Veículo Elétrico, em setembro do ano passado, teve a oportunidade de conhecer o Zoe de perto, e até mesmo dirigir o veículo em um trajeto curto.

LEIA MAIS: Veja vídeo de 5 carros híbridos e elétricos do Salão do Automóvel 2018

Tal como o Renault Kwid , a marca também iniciou as vendas do Zoe pela internet. É oferecido com motor elétrico, que produz 110 cv e 22,9 kgfm. De acordo com a marca, a autonomia pode ser superior a 300 km. Mas é preciso esperar mais determinação por parte do poder público na continuidade do programa Rota 2030, que incentivará as vendas de eletrificados mp Brasil. Na Europa, para se ter uma ideia, o Zoe custa o mesmo que um Clio. Esse é o seu valor coerente.