Tamanho do texto

Entregas começam no início de 2020, ano em que o carro também deverá chegar ao Brasil, no primeiro semestre. Saiba mais detalhes da novidade

novo Land Rover Defender, ainda camuflado
Divulgação
Land Rover Defender da nova geração terá linhas retas e detalhes retrôs, mas ficará mais eficiente que o atual

Bateram o martelo sobre a chegada da tão esperada nova geração do Land Rover Defender. De acordo com o site australiano Car Advice, o SUV estreia em setembro, quando será lançado oficialmente. As primeiras entregas, porém, serão no início de 2020.

 LEIA MAIS: Land Rover Defender de nova geração tem mais detalhes revelados

No Brasil, o novo Land Rover Defender deverá desembarcar no primeiro semestre do ano que vem. O carro já foi, inclusive, fabricado no Brasil, entre 1999 e 2003. E tem uma legião de fãs. Entre outros itens, o SUV vai manter a carroceria com teto plano e extremidades quadradas, como na primeira geração.

O cuidado em manter características do estilo retrô continuará com detalhes como faróis que lembram os do modelo original, mas com luzes de LED e lentes sofisticadas. Mas o ponto fundamental é atrair donos de de jipe, fãs de off-road e clientes fiéis à marca entre os potenciais compradores.

 LEIA MAIS: Land Rover revela mais fotos e detalhes da nova geração do Defender

Embora vá ficar bem mais moderno, o novo Land Rover Defender não deixará de perder sua capacidade de enfrentar trechos de terra. A suspensão traseira será pneumática, com barras estabilizadoras e braços de alumínio.

Essa configuração tem como um dos principais objetivos tornar o SUV mais confortável em uso urbano, no asfalto, tarefa que a primeira geração não conseguia cumprir. Também decidiram adotar estrutura monobloco no lugar da carroceria presa ao chassi, o que não agradou nada os puristas. De qualquer forma, para o carro ficar mais leve e eficiente, a mudança foi necessária.

Mais detalhes do Land Rover Defender

Land Rover Defender de traseira
Divulgação
Eis a maior revelação do Land Rover Defender até agora. No interior estão equipamentos e design de última geração

Além disso, o novo Defender já estará preparado para ter versões híbridas (plug-in ou não) ou elétricas. E sua nova plataforma MLA (Modular Longitudinal Architecture) poderá ser usada em diversos outros modelo da marca inglesa num futuro próximo.

No conjunto mecânico, o novo Land Rover Defender contará com motor de seis cilindros em linha Ingenium, de 3.0 litros de cilindrada, sobrealimentado, que poderá gerar 400 cv e 56,1 kgfm de torque. Haverá também outras versões, com motor 2.0, a gasolina ou a diesel, entre 150 cv e 250 cv.   

LEIA MAIS:  Land Rover lança 150 unidades do Defender, com motor V8, de 400 cv

A nova plataforma MLA tornará possível aumentar a distância entre-eixos em 2 centímetros e a capacidade do porta-malas para 591 litros. Como não poderia deixar de ser, o novo Land Rover Defender também poderá enfrentar trechos alagados de maior altura (60 cm, ante 50 cm anteriormente).

Fonte: Car Advice