placas do Mercosul
Divulgação
Placas do Mercosul agora terão que ser adotadas em todo o Brasil a partir de 30 de janeiro de 2020

As placas do Mercosul têm o prazo de implantação novamente adiado pelo Conselho Nacional de trânsito (Contran). Dessa vez, os Estados que ainda não adotaram o novo padrão terão até 31 de janeiro de 2020, conforme o que foi estabelecido hoje (28).

 LEIA MAIS: Novas placas padrão Mercosul começam a serem usadas do Rio de Janeiro

O novo modelo de placas do Mercosul passará a ser exigido para veículos zero quilômetro, que tiverem mudança de município, ou se a placa de identificação foi furtada ou danificada.

 Entre as vantagens da nova placa em relação a anterior está o QR Code , item de segurança que dificulta a clonagem, já que pode ser restreada. Além disso, o novo modelo possibilita mais de 450 milhões de combinações.

LEIA MAIS: Audi RS4 ou bike elétrica? Pusemos as duas lado a lado para encarar o trânsito

Placas do Mercosul ficarão mais em conta?

Outra mudança fica por conta das novas regras para credenciamento de estampadores e fabricantes, o que deverá reduzir o valor das placas por causa do aumento da concorrência. Com isso, entram em jogo em torno de 1.300 estampadores e 21 fabricantes no Brasil.

Hoje em dia as novas placas do Mercosul já estão sendo usadas no Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e do Sul. Mais de 2 milhões de veículos rodam com as novas placas no País.

    Veja Também

      Mostrar mais