Tamanho do texto

Modelo Transporter 6.1 California será reestilizada e ganhará novos equipamentos, como quadro de instrumentos digital

VW Transporter California
Divulgação
VW Transporter California terá novidades estéticas por dentro e por fora, além de itens sofisticados

A Volkswagen antecipa quais serão as mudanças adotadas na van sucessora da Kombi, a Transporter T6 California, com dois esboços oficiais que revelam o que virá por ai. Entre as principais novidades, destaca-se o quadro de instrumentos digital, item inédito no utilitário da marca alemã.

LEIA MAIS: Kombi faz 60 anos: relembre versões icônicas que já foram vendidas no Brasil

 Como mostra a imagem acima, a Transporter California terá nova grade dianteira, maior e com entradas de ar mais largas. Além disso, mudam também os faróis e o para-choque será reestilizado, o que irá dar uma ideia de que o carro ficou mais largo.

Mas é por dentro que vão aparecer as principais surpresas. Isso porque nessa versão California as áreas para dormir e conviver foram aumentadas e melhoradas, como também pode ser visto abaixo. Além disso, os comandos no teto foram redesenhados e digitalizados.

interior da VW Transporter
Divulgação
VW Transporter terá área interna melhorada e com a inclusão de uma série de equipamentos sofisticados


Outro ponto importante na sucessora da Kombi é o sistema multimídia novo e que tem acesso à internet, o que permite utilizar uma série de serviços online. Bom também é que a van passará a ter direção com assistência eletrohidráulica.

 LEIA MAIS:  Conheça a única Kombi T3 que roda no Brasil

Com isso, o carro contará com dispositivos mais sofisticados, como alertas para mudança indevida de faixa e sistema que compensa a ação de ventos laterais para controlar a estabilidade, mesmo quando a van estriver puxando um trailer.

No conjunto mecânico vai o motor 2.0, turbodiesel, de 200 cv. E a estreia da versão reestilizada da Transporter California será em agosto, em Düsseldorf, na Alemanha.

A carismática Kombi

VW Kombi
Divulgação
Volkswagen Kombi deixou de ser fabricada no Brasil no fim de 2013 e deixou saudades pelo seu carisma no País

 A Kombi foi o primeiro carro nacional feito pela Volkswagen no Brasil, em 1957 e saiu de linha no fim de 2013 por causa do ecreto que estabeleceu que todos os caros fabricados no País no ano seguinte deveriam ter freios ABS e duplo airbag. 

LEIA MAIS:  Conheça a outra Kombi dos alemães. Confira mais detalhes

Com isso, tornou-se o modelo fabricado por mais tempo no País, recorde que dificilmente será batido. Na Alemanha, o utilitário foi feito a partir de 1950, mas os primeiros desenhos datam de 1947.

A Kombi nacional começou a ser vendida com motor refrigerado a ar, o mesmo de toda linha derivada do Fusca original, mas em 2005 passou a ser equipado com o 1.4 flex, com sistema de arrefecimento a água.

LEIA MAIS:  Volkswagen Kombi é encurtada e rouba a cena no trânsito. Assista ao vídeo

E no terreno nas vans fez bastante sucesso no Brasil não apenas pela relação entre custo e benefício, mas também pelo baixo custo de manutenção e pela robustez.