Tamanho do texto

Novo modelo desenvolvido no Brasil terá nova central multimídia. Marca diz que o carro será exportado e também produzido na Europa


VW T-Sport arrow-options
Divulgação
Esboço oficial mostra traços do T-Sport, nome não oficializados pela marca. Desenho confirma silhueta de cupê

Depois de algum mistério, a Volkswagen confirma que vai fabricar um novo SUV com ares de cupê em São Bernardo do Campo (SP). O carro, que deverá se chamar VW T-Sport, faz parte dos novos modelos que serão lançados pela marca, que já anunciou R$ 7 bilhões  de investimento no Brasil até 2020.

LEIA MAIS: Confira 5 coisas que já sabemos sobre o futuro SUV de entrada da Volkswagen

De acordo com o Presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si, “é a primeira vez que a Volkswagen do Brasil irá exportar o conceito de um novo veículo desenvolvido 100% aqui e que terá abrangência global. É a globalização da tecnologia e do conhecimento desenvolvidos no Brasil”. 

Junto com o novo SUV, o VW T-Sport , como apurou nossos parceiros da Motor Show, virá uma nova central multimídia que também será utilizada em outros modelos da marca alemã não apenas no Brasil mas no mundo.

VW T-Sport arrow-options
João Kleber Amaral
Projeção mostra como deverá ficar o novo SUV que será feito no Brasil e na Europa, com apelo esportivo

A chegada do inédito modelo exigirá investimentos nas linhas de produção da Anchieta. A unidade receberá um novo conjunto de prensas (PXL), que garante maior produtividade e qualidade para abastecer as linhas de montagem.

Com o novo equipamento, serão produzidas quatro vezes mais peças por minuto na comparação com a linha de prensas anterior. A troca das ferramentas de estampagem, que mudam dependendo do veículo ou da peça a ser produzida, também é reduzida de 45 para 5 minutos.

LEIA MAIS: Vêm aí uma nova leva de SUVs no mercado, mas com jeito de cupê esportivo

A Volkswagen também informa que a fábrica de motores de São Carlos (SP) haverá a duplicação de sua linha de usinagem de virabrequins, de mil para duas mil unidades diárias. Além dessa ampliação, os investimentos também tiveram como foco a flexibilização das linhas de montagem de motores. 

Como será o VW T-Sport

VW T-Sport, MQB, SUV arrow-options
Divulgação
Plataforma modular da dupla Polo e Virtus também será utilizada no novo utilitário esportivo da VW

Pelo o que se sabe até agora o VW T-Sport será fabricado sobre a plataforma MQB-A0, a mesma da dupla Polo/Virtus. Portanto, contará com o mesmo conjunto mecânico de ambos, ou seja, motor1.6 aspirado ou 1.0 turbo, com câmbio automático de seis marchas.

O objetivo da Volkswagen é não ultrapassar a barreira dos R$ 90 mil nas versões mais equipadas. Considerando que o T-Cross parte de R$ 85 mil em sua versão mais barata, este seria um teto adequado para o preço do novo T-Sport. As versões de entrada deverão ficar na faixa dos R$ 75 mil, onde começam os preços do Polo Highline .  

LEIA MAIS: Projeção antecipa linha de novo SUV compacto da Fiat com novos motores turbo

A Volkswagen entrará de cabeça na nova moda dos utilitários esportivos, com o VW T-Sport , modelo com uma queda bem acentuada antes do fim da traseira, em um segmento ainda mais barato. Marcas como Renault e Fiat também preparam produtos com essas características, mas estes novos veículos deverão passar dos R$ 110 mil.