Esboço oficial mostra traços do T-Sport, nome não oficializados pela marca. Desenho confirma silhueta de cupê
Divulgação
Esboço oficial mostra traços do T-Sport, nome não oficializados pela marca. Desenho confirma silhueta de cupê

Depois de algum mistério, a Volkswagen confirma que vai fabricar um novo SUV com ares de cupê em São Bernardo do Campo (SP). O carro, que deverá se chamar VW T-Sport, faz parte dos novos modelos que serão lançados pela marca, que já anunciou R$ 7 bilhões  de investimento no Brasil até 2020.

LEIA MAIS: Confira 5 coisas que já sabemos sobre o futuro SUV de entrada da Volkswagen

De acordo com o Presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si, “é a primeira vez que a Volkswagen do Brasil irá exportar o conceito de um novo veículo desenvolvido 100% aqui e que terá abrangência global. É a globalização da tecnologia e do conhecimento desenvolvidos no Brasil”. 

Junto com o novo SUV, o VW T-Sport , como apurou nossos parceiros da Motor Show, virá uma nova central multimídia que também será utilizada em outros modelos da marca alemã não apenas no Brasil mas no mundo.

Projeção mostra como deverá ficar o novo SUV que será feito no Brasil e na Europa, com apelo esportivo
João Kleber Amaral
Projeção mostra como deverá ficar o novo SUV que será feito no Brasil e na Europa, com apelo esportivo

A chegada do inédito modelo exigirá investimentos nas linhas de produção da Anchieta. A unidade receberá um novo conjunto de prensas (PXL), que garante maior produtividade e qualidade para abastecer as linhas de montagem.

Com o novo equipamento, serão produzidas quatro vezes mais peças por minuto na comparação com a linha de prensas anterior. A troca das ferramentas de estampagem, que mudam dependendo do veículo ou da peça a ser produzida, também é reduzida de 45 para 5 minutos.

Você viu?

LEIA MAIS: Vêm aí uma nova leva de SUVs no mercado, mas com jeito de cupê esportivo

A Volkswagen também informa que a fábrica de motores de São Carlos (SP) haverá a duplicação de sua linha de usinagem de virabrequins, de mil para duas mil unidades diárias. Além dessa ampliação, os investimentos também tiveram como foco a flexibilização das linhas de montagem de motores. 

Como será o VW T-Sport

Plataforma modular da dupla Polo e Virtus também será utilizada no novo utilitário esportivo da VW
Divulgação
Plataforma modular da dupla Polo e Virtus também será utilizada no novo utilitário esportivo da VW

Pelo o que se sabe até agora o VW T-Sport será fabricado sobre a plataforma MQB-A0, a mesma da dupla Polo/Virtus. Portanto, contará com o mesmo conjunto mecânico de ambos, ou seja, motor1.6 aspirado ou 1.0 turbo, com câmbio automático de seis marchas.

O objetivo da Volkswagen é não ultrapassar a barreira dos R$ 90 mil nas versões mais equipadas. Considerando que o T-Cross parte de R$ 85 mil em sua versão mais barata, este seria um teto adequado para o preço do novo T-Sport. As versões de entrada deverão ficar na faixa dos R$ 75 mil, onde começam os preços do Polo Highline .  

LEIA MAIS: Projeção antecipa linha de novo SUV compacto da Fiat com novos motores turbo

A Volkswagen entrará de cabeça na nova moda dos utilitários esportivos, com o VW T-Sport , modelo com uma queda bem acentuada antes do fim da traseira, em um segmento ainda mais barato. Marcas como Renault e Fiat também preparam produtos com essas características, mas estes novos veículos deverão passar dos R$ 110 mil.  

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários