Tamanho do texto

VW consegue ter uma média de desvalorização melhor que o rival da Fiat. Confira os índices de algumas versões e detalhes de ambos os compactos

VW Polo arrow-options
Caue Lira/iG
VW Polo e Fiat Argo: rivais terão que enfrentar a nova geração do Chevrolet Onix a partir do mês que vem

Antes da chegada a nova geração do Chevrolet Onix, no mês que vem, dois entre os hatches compactos mais caprichados nas primeiras posições do ranking de vendas são o Fiat Argo e o VW Polo. Além de uma série de outros quesitos, a questão da desvalorização sempre é levada em conta na hora de decidir qual modelo levar para casa.

LEIA MAIS: Fiat Argo 1.8 x VW Polo 1.0 TSI: briga quente de hatches compactos. Qual vence?

Pensando nisso, a KBB Brasil faz o levantamento dos índices que mostram quanto cada versão do VW Polo e do Fiat Argo perdem de valor depois de um ano do uso.  No cômputo geral, conforme o estudo, o hatch da marca alemã ficou uma média de desvalorização de 4,1%, ante 8,9% do concorrente.

Confira a seguir o quanto desvaloriza as principais versões de ambos os hatches e detalhes sobre eles. O Argo tem mais variações, indo de apenas 1,42% (Precision 1.8 AT) até 16,5% (Drive 1.3 GSR). No caso do Polo, o que menos perde valor depois de um ano é a Comfortline 200 TSI AT (2,21%) e a que mais desvaloriza é a 1.0 MT (6,12%).

Volkswagen Polo

VW Polo amarelo arrow-options
Divulgação
VW Polo foi o primeiro compacto com cluster digital e configurável vendido no Brasil


O hatch chegou ao Brasil em setembro de 2017 como o primeiro modelo da marca com a nova plataforma MQB-A0. E logo foi bem aceito, estabelecendo novos padrões de qualidade e sofisticação no segmento com itens como a combinação do motor 1.0, turbo, flex, com câmbio automático de seis marchas. Partida por botão, quadro de instrumentos digital configurável e central multimídia com tela de alta resolução sensível ao toque são outros destaques.

LEIA MAIS: Aceleramos o protótipo do novo VW Polo GTS, que chega em 2020

Tem preços que vão de R$ 53.590 da versão mais simples, com motor 1.0 aspirado, de 84 cv, até a Highline 1.0 TSI, de 128 cv. A básica já vem com controles eletrônicos de estabilidade e tração, além de ar-condicionado, direção elétrica e sistema de som com entrada USB e Bluetooth. E a mais equipada tem volante multifuncional revestido de couro e com hastes para trocas de marcha, além de central multimídia entre os principais itens de série. Veja abaixo como desvalorizam algumas versões do VW Polo. 

VW Polo Comfortline 200 TSI AT   2,21%
VW Polo Highline 200 TSI AT   4,23%
VW Polo 1.6 MSI MT   4,5%
VW Polo 1.0 MT   6,1%


Fiat Argo

Fiar Argo vermelho arrow-options
Divulgação
Fiat Argo como rival do Polo veio com boa dose de sofisticação, mas com parte da estrutura do Punto

O modelo da Fiat veio para entrar no lugar do Punto no Brasil, do qual herdou alguns componentes da estrutura. Para enfrentar o rival da VW, começou a oferecer a central multimídia mais moderna da marca italiana, bem como uma variedade grande de versões. Mas, na linha 2020, a gama foi reduzida, embora ainda continue maior do que a do concorrente da Volkswagen.

LEIA MAIS: Fiat Argo chega à linha 2020 com mudanças, em conta, mas perde versões

O Argo parte de R$ 49.590, com ar-condicionado, direção elétrica, além de vidros e travas elétricas entre os principais itens de série. A versão mais simples tem motor 1.0, de três cilindos, de 77 cv e cinco marchas E chega nos R$ 69.990 no caso do topo de linha HGT AT, que vem com central multimídia de 7 polegadas, ar-condicionado digital, rodas exclusivas de aro 16, entre outros. Conta com motor 1.8, de 139 cv e câmbio automático de seis marchas. Confira a seguir como pedem valor 5 versões do Fiat Argo, rival do VW Polo .

Fiat Argo 1.8 Precision AT 1,42%
Fiat Argo Drive 1.3 MT 6,8%
Fiat Argo Drive 1.0 9,4%
Fiat Argo HGT 1.8 MT 9,8%
Fiat Argo Drive 1.3 GSR 16,5%