VW Golf amarelo
Divulgação
VW Golf atinge o auge da modernidade com alto grau de conectividade e eficiência energética, mas ainda longe do Brasil

A Volkswagen lança a oitava geração do Golf com foco nas versões híbridas e na conectividade. A novidade começa a chegar em alguns mercados a partir de dezembro. Enquanto isso, no Brasil, receberemos apenas no próximo dia 4 de novembro a versão GTE da geração anterior. E ainda não há previsão de chegada da nova, uma vez que o mercado de hatches médios está quase extinto no País.

LEIA MAIS: VW Golf ganha três versões de despedida da atual 7ª geração

De qualquer forma, o novo VW Golf mostra claros sinais de evolução. Já começa pela carroceria, mais aerodinâmica como nunca, com coeficiente de arrasto (Cx) de apenas 0,275. Além disso, todas as versões passam a ter faróis e lanternas de LED e as mais sofisticadas contam com tecnologia Matrix LED.

Agora são oito opções de motor disponíveis para o hatch médio, incluindo gasolina, gás natural, diesel, elétrico e híbrido. A mais potente de todas é a gasolina, da versão esportiva R, de 296 cv, com câmbio de dupla embreagem.  E uma das mais interessantes é a mild-hibrid , que conta com motor elétrico apenas para dar a partida e vencer a inércia assim que o carro arranca. É recarregado automaticamente nas frenagens e com o movimento das rodas que recebem força do motor a combustão. 

Mais detalhes do novo VW Golf

O novo Golf GTE é o plug-in hybrid, que chegará ao Brasil no início de novembro, mas ainda na sétima geração. Na oitava, o carro conta com 242 cv de potência combinada, ante 204 cv do Golf VII. Entre outros itens, o novo modelo vem com cluster com mostrador digital de 10,25 polegadas e central multimídia de 8,25 polegadas que vem contectada à internet  o tempo todo.

LEIA MAIS: Precisamos falar sobre o Golf. Confira a análise sobre o modelo no Brasil

Com isso, as coordenadas do GPS mostram informações do trânsito em tempo real, entre outras funcionalidades quando o cliente opta pelo pacote We Connect Plus, que permite acesso via 4G e, com isso, possobilita ligar o carro, ou o ar-condicionado por meio de aplicativo de celular entre as funções disponíveis.

VW Golf amarelo
Divulgação
VW Golf da oitava geração diante da primeira, lançada em 1975. Quase 45 anos de evolução

Bom também é que o novo VW Golf é o primeiro carro da Volkswagen com tecnologia Car2X, que faz comunicação com outros veículos e com a infraestutura de trânsito. Assim, recebe-se pela tela no painel informações como engarrafamentos, acidentes, presença de carros quebrados pelo caminho, entre outros detalhes do gênero.

Outra novidade tecnologica é que o controle de velocidade de cruzeiro (“piloto automático”) passa a ser semi-autônomo, assumindo o controle do carro até 210 km/h contanto que uma das mãos do motorista fique no volante a cada 15 segundos.  

LEIA MAIS: Andamos no VW Golf GTE, versão híbrida com autonomia de até 900 km

E todo VW Golf agora passa a ser fabricado na Alemanha, único país que vai montar a oitava geração do hatch médio, que deixa de ser feito em outros países como o México e o Brasil, que parou de fabricar o carro em São José dos Pinhais (PR) até mesmo na derradeira e apreciada versão GTI, uma pena. 

    Veja Também

      Mostrar mais