Tamanho do texto

Com 6.914 unidades, modelo abre vantagem sobre as médios e grandes, conforme os números da Fenabrave. Confira o ranking do mês


Fiat Toro cinza arrow-options
Divulgação
Fiat Toro deverá ter mudanças no fim do ano que vem. Porém, mesmo sem mudanças, está com vendas em alta


As vendas da picape Fiat Toro atingiram o maior patamar desde o lançamento, em 2016. De acordo com os números divulgados pela Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), o modelo teve 6.914 unidades vendidas em outubro, o que é 11% acima das 6.226 unidades de julho de 2018, que era o maior volume até agora.

 LEIA MAIS:  Por que a Fiat Toro vende (bem) mais que as outras picapes?

Com 35% de participação no mercado, a Fiat Toro é seguida pela Toyota Hilux , a picape média mais vendida no mês passado, ainda conforme dados da Fenebrave, com 3.395 unidades. Depois vem a Chevrolet S10 (2.633), que vem perdendo participação no mercado a ponto de se aproximar da Ford Ranger (2.329), o terceiro modelo mais vendido do segmento.

Outra picape média que tem perdido fôlego nas vendas é a VW Amarok (1.063), que acabou sendo ultrapassada pela Renault Duster Oroch (1.204), por enquanto a única rival direta da Fiat Toro,mas que a partir de 2021 passará a ter novas rivais, como a VW Tarok e modelos da Hyundai, GM e Ford.

LEIA MAIS:  Veja 5 picapes intermediárias que serão lançadas no Brasil até 2025

Para completar o ranking das 10 picapes médias mais vendidas em outubro, a Mitsubishi L200 (853) fica em sétimo, com a Nissan Frontier (745) logo atrás, mas com tendência de alta nas vendas, provavelmente levada por promoções nas concessionárias. Veja a seguir como ficou o ranking das picapes médias e intermediárias mais vendidas em outubro, segundo a Fenabrave, com a Fiat Toro na liderança. 

1 – Fiat Toro: 6.914

2 – Toyota Hilux: 3.395

3 – Chevrolet S10: 2.633

4 – Ford Ranger: 2.329

5 –Renault Oroch: 1.204

6- VW Amarok: 1.172

7- Mitsubishi L200: 853

8- Nissan Frontier: 745