Um fenômeno já toma conta do mundo há certo tempo, e vai, aos poucos, entrando na consciência do brasileiro: a eficiência. Em tempos de crise, um carro que “ande muito” já não enche tanto os olhos se tiver que gastar litros de combustível para tal. E neste cenário, a popularização de modelos mais econômicos é inexorável.

LEIA MAIS: Conheça os 10 carros com tração dianteira mais divertidos de guiar 

Partindo disso, a reportagem do iG Carros enumera os 5 modelos mais econômicos lançados em 2019. Se você acha que a lista contará apenas com modelos híbridos, verá que o novo Chevrolet Onix veio para se tornar o hatch compacto que menos gasta combustível atualmente, nas versões com motor 1.0, aspirado, de três cilindros.

1 - Toyota Corolla 1.8 Altis Hybrid - 16,3 km/l na cidade

Toyota Corolla, o primeiro híbrido flex do mundo
Newspress
Toyota Corolla, o primeiro híbrido flex do mundo

Um modelo que se destacou entre os eletrificados este ano foi o Toyota Corolla . Ele não apenas é o primeiro carro eletrificado fabricado no Brasil, como também é o primeiro híbrido flex do mundo. De acordo com o Inmetro, o modelo pode aferir 10,9 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada com etanol. Na gasolina, os números sobem para 16,3 km/l e 14,5 km/l, respectivamente.

Trata-se do mesmo motor de 122 cv do Prius , com algumas diferenças de componentes. Vale lembrar que o etanol é mais corrosivo que a gasolina, portanto, algumas peças foram feitas exclusivamente para a versão flex.

2 - Chevrolet Onix 1.0 LT - 16,7 km/l na estrada

Chevrolet Onix hatch, o campeão de vendas em sua nova geração
Divulgação
Chevrolet Onix hatch, o campeão de vendas em sua nova geração

Sendo o primeiro carro turbo da Chevrolet no Brasil, é natural que todos tenham voltado os holofotes para o novo motor 1.0 que equipa a família Onix a partir das versões intermediárias. Mas vale lembrar que a unidade 1.0 aspirada, de três cilindros, que equipa as versões básicas surpreende no consumo de combustível. Faz 9,9 km/l na cidade e 11,7 km/l na estrada com etanol, além de 13,9 km/l na cidade e incríveis 16,7 km/l na estrada, conforme o Inmetro.

LEIA MAIS: Saiba qual versão do Chevrolet Onix perde menos valor

Você viu?

Em sua versão aspirada, Chevrolet Onix pode render até 82 cv de potência e 10,6 kgfm de torque, sempre com câmbio manual de seis velocidades. Ele já pode ser encontrado nas concessionárias a partir de R$ 48.490.

3 - Mini Countryman SE All4 - 19 km/l na cidade

Mini Countryman Plug-in Hybrid, um verdadeiro
Divulgação
Mini Countryman Plug-in Hybrid, um verdadeiro "kart" familiar e eletrificado

Nós adoramos os irreverentes carros da Mini pela sensação esportiva ao volante. Pelos dados do Inmetro, o consumo do Countryman híbrido na cidade fica em 19km/l, marca que cai para 17 km/l na estrada, onde a autonomia fica em bons 612 quilômetros com o uso combinado do motor elétrico com o a combustão.

Seu motor a combustão é 1.5 turbo, de três cilindros, capaz de desenvolver 136 cv de potência e 22,4 kgfm de torque. As rodas traseiras são movidas pelo elétrico, de 88 cv. Como estão em eixos diferentes, há como considerar a soma das potências, que chega nos 224 cv.

4 - Volvo XC60 2.0 T8 Hybrid - 20 km/l na estrada

Volvo XC60 T8, um verdadeiro canhão com motorização híbrida
Divulgação
Volvo XC60 T8, um verdadeiro canhão com motorização híbrida

Sabe o que é improvável? Um SUV da Volvo, híbrido, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em inimagináveis 5,3 segundos. Mas ele existe, e atende pelo nome XC60 T8. De acordo com o Inmetro, o SUV-canhão pode marcar 19,2 km/l na cidade e 20 km/l na estrada.

O motor 2.0 tem 320 cv de potência e 40,8 kgfm de torque. Quando combinado ao propulsor elétrico, os números sobem para 407 cv de potência e 65,3 kgfm de torque. Um SUV para lá de divertido.

5 - VW Golf GTE 1.4 TSI - 22 km/l na cidade

VW Golf GTE, o último suspiro da sétima geração no Brasil
Divulgação
VW Golf GTE, o último suspiro da sétima geração no Brasil

Eis o primeiro carro híbrido da Volkswagen, além de último respiro da sétima geração do Golf que recentemente perdeu a versão GTI. O novo GTE ainda tem certa proposta esportiva, acelerando de 0 a 100 km/h em apenas 7,6 segundos, mas o que realmente chama atenção é a economia de combustível: 22 km/l na cidade e 19 km/l na estrada, conforme o Inmetro.

LEIA MAIS: JAC iEV40 é o carro elétrico mais barato do Brasil, e uma grata surpresa

O Golf traz o mesmo motor 1.4 TSI, de 150 cv e 25 kgfm de torque que já conhecemos (mas apenas a gasolina), operando com outro propulsor elétrico capaz de produzir 102 cv. A potência combinada é de 210 cv, ainda distantes dos 230 cv do antigo GTI.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários