Tamanho do texto

Após quatro anos da atual geração no mercado brasileiro SUV, ganhará novos equipamentos e uma série de novidades. Saiba mais detalhes

Mitsubishi arrow-options
Divulgação
Mitsubishi Outlander terá novos equipamentos em sua nova geração, com tecnologia híbrida

O Mitsubishi Outlander sofreu poucas modificações desde a chegada da atual geração, em 2016. Entretanto, conforme o chefe europeu da fabricante, Bernard Loire, a Mitsubishi lançará a nova geração no segundo semestre de 2020, que será montada em uma plataforma desenvolvida pela aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Além disso, um novo modelo inédito, menor que o Outlander e maior que o Eclipse Cross, será lançado em conjunto.

LEIA MAIS: Nova Mitsubishi L200 Triton está confirmada para o Brasil

Entre as maiores mudanças anunciadas, destaca-se o motor híbrido plug-in, que equipará ambos os modelos. Outra revelação dada por Bernard Loire é que a opção de motor a diesel não estará mais disponível, visto que a sua demanda nos países europeus tem diminuído. O novo Mitsubishi Outlander 2020 será construído sobre a plataforma modular CMF C/D, também usado em modelos como o novo Sentra, além dos Renault Espace, Kadjar, Mégane, Koleos e Scénic.

LEIA MAIS: Mitsubishi Pajero Sport de muda de visual novamente, mas fora do Brasil

Com a nova plataforma, o SUV híbrido deverá aumentar de tamanho, privilegiando especialmente o espaço para os passageiros da última fileira. No visual, deve receber carroceria mais robusta com linhas retas e teto com efeito flutuante. Junto a isso, os faróis prometem ser divididos, com a assinatura feita por LEDs. Apesar disso, ainda não há confirmações oficiais sobre detalhes mais específicos.

Duas novas versões do Eclipse Cross no Brasil

Mitsubishi arrow-options
Divulgação
Mitsubishi Eclipse Cross chega com novos preços para aumentar sua competitividade

Apresentada em dezembro, a nova configuração de entrada do Mitsubishi Eclipse Cross é a GLS. Para ficar mais de R$ 20 mil mais acessível do que a antiga versão inicial HPE-S, o SUV perdeu itens como retrovisores externos com rebatimento elétrico, faróis de LED, teto solar, ar-condicionado de duas zonas, HUD (Head-Up Display), bancos de couro e o pacote tecnológico com ACC e frenagem automática de emergência.

LEIA MAIS: Sabemos que o Mitsubishi Pajero Sport vai bem na terra. Mas e na cidade?

A outra adição na linha é a da versão HPE. Com preço de tabela de R$ 144.990, perde menos equipamentos para as configurações mais caras, preservando os retrovisores com rebatimento elétrico, os bancos de couro com aquecimento, o HUD, e a chave presencial (presente também no Mitsubishi Outlander ), mas deixando de fora o pacote tecnológico. Toda a linha é equipada com o motor 1.5 turbo, de 165 cv.