Renault Alaskan
Divulgação
Renault Alaskan, a irmã da Nissan Frontier, será fabricada na Argentina em 2020

A Renault Argentina surpreendeu ao anunciar que a picape Alaskan ainda será fabricada no país. De acordo com Juan Manuel Alliati, novo gerente de produto da marca, a gêmea da Nissan Frontier, que teve sua produção postergada por conta da crise econômica, terá uma segunda chance na fábrica de Santa isabel, em 2020.

LEIA MAIS: Nissan tem plano para se separar da Renault, diz jornal

“O projeto Alaskan está mais vivo que nunca. Em 2020, vimos uma nova oportunidade para lançá-la. Sua fabricação foi postergada, não cancelada”, disse o executivo ao Argentina Autoblog , referindo-se ao fato de que a Mercedes-Benz Classe X, outra irmã da Frontier que seria feita no mesmo complexo industrial, não verá a luz do dia. “Nossa fábrica em Córdoba completa 65 anos em 2020 e está capacitada para produzir 70 mil picapes por ano.”.

LEIA MAIS: Importadoras projetam crescimento de 34% após resultado negativo em 2019

Alliati ainda reforçou que em nenhum momento a Renault pensou em importar a Alaskan de outro mercado e encerrar a produção local. “Sabemos que a retenção no campo é um entrave contra este segmento, mas estou convicto de que a Alaskan será um grande sucesso”, afirma. “Vemos uma oportunidade nos impostos, já que picapes e veículos comerciais têm isenções na Argentina”.

Duster chega antes

Renault Duster
Divulgação
Com três anos de mercado na Europa, o Renault Duster finalmente chegará ao Brasil no primeiro trimestre de 2020

Apresentado na Europa em meados de 2017, o novo Duster já não é tão “novo”. Sua estreia no mercado brasileiro acontecerá no primeiro trimestre de 2020, com visual mais moderno e aventureiro.

LEIA MAIS: Nissan apresenta segunda edição UEFA Champions League do Kicks

A Renault ainda não revelou maiores detalhes sobre sua motorização, mas é certo que o 1.6 SCe de 120 cv e 16,5 kgfm de torque continuará em linha. Ainda há a possibilidade do modelo ser lançado com o novo 1.3 TCe turbo, de 130 cv, mas apenas em 2021

*com informações do Argentina Autoblog

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários