Renault Twingo da nova geração vai fazer parte da linha de modelos elétricos da marca francesa, que vende o Zoe no Brasil
Divulgação
Renault Twingo da nova geração vai fazer parte da linha de modelos elétricos da marca francesa, que vende o Zoe no Brasil


A Renault vai ressuscitar o Twingo, um modelo subcompacto que já foi vendido no Brasil, mas de um jeito diferente. O modelo será relançado pela montadora francesa como um carro urbano totalmente elétrico, o Twingo ZE, pensado para competir com novos carros principalmente no mercado de compartilhamento de veículos.

LEIA MAIS: Ford terá novos veículos eletrificados no Brasil. Novo Kuga pode ser o primeiro

“O Renault Twingo ZE não é apenas adaptado ao uso diário, mas também projetado para apoiar a transformação urbana", diz Stéphane Wiscart,  diretor da Renault. O modelo mantém o tamanho original do seu antecessor: apenas 3,35 metros de comprimento, e seu desempenho é característico de um carro pequeno para circular na centro da cidade, que é basicamente a proposta desse modelo.

A potência é de 82 cv mas graças ao torque elétrico tem um bom arranque de saída: no deslocamento até 50 km/h leva quatro segundos. A autonomia com uma carga elétrica é de 195 km/h, um tanto modesta mas apropriada para circulação urbana.

O Twingo ZE segue uma proposta sustentável. Utiliza uma pequena bateria de 22 kilowatts, que pode ser recarregada em uma hora em uma estação apropriada de carregamento. Ou seja, o objetivo é evitar o desperdício de uma bateria grande de maior capacidade que seria usada raramente no dia-a-dia do uso do veículo.

A Renault vai também oferecer aos motoristas do Twingo ZE a escolha de três opções de sons externos diferentes do motor para alertar os pedestres, um dos problemas dos carros elétricos porque tem um rodar silencioso. O volume varia de acordo com a velocidade.

Você viu?

LEIA MAIS: Volkswagen quer superar a Tesla no mundo dos carros elétricos

Em duas décadas de produção, a Renault vendeu cerca de 4 milhões de unidades do Twingo movido a gasolina no mundo.  A sua fórmula de deve ao tamanho reduzido e à grande capacidade de manobra, uma facilidade na trânsito das cidades.

Agora, na versão “carro verde”, a Renault pretende vender 25.000 Twingo ZE anualmente.  Isso o tornará um dos modelos mais vendidos do seu segmento. O preço é 22 mil euros.

Elétricos urbanos

Fiat 500 elétrico da nova geração já está com chegada confirmada no Brasil em 2020
Divulgação
Fiat 500 elétrico da nova geração já está com chegada confirmada no Brasil em 2020


O Twingo ZE é um carro do segmento A, na Europa, o que no mercado brasileiro é um veículo subcompacto. Outros modelos elétricos na sua classe säo o Fiat 500 e  o Smart Fortwo EQ.

O Fiat 500 Electric terá uma remodelação do carro atual, com atualizações sutis nas linhas retrô clássicas, enquanto a cabine ganha um redesenho completo. A Fiat tem planos para o modelo ser uma alternativa mais barata neste segmento.

O Smart Fortwo EQ tem dimensões incrivelmente pequenas para a condução na cidade.  Seu motor elétrico tem 80 cv e a bateria pode carregar de 0 a 100% em três horas em um carregador de 240v.  O Fortwo EQ tem uma autonomia estimada de 100 km. O modelo é fabricado pela Mercedes-Benz nas versões cupê e cabriolet (conversível). A autonomia estimada em 100 km.

LEIA MAIS: Corsa e Peugeot 208 ganham versões elétricas

Smart For Two
Divulgação

O Smart EQ fortwo recebeu nova grade de malha, faróis de LED e novo para-choque com aberturas verticais

No mercado europeu este tipo de veículo tem grande apelo comercial por serem muito utilizados no sistema “carsharing”, um modelo de aluguel de veículos em que o cliente usa o carro por hora. O objetivo desse serviço é reduzir o uso excessivo do carro, diminuindo as emissões de CO2 por meio do compartilhamento dos veículos, que ficam distribuídos por vários pontos na cidade. E a Renault não quer ficar de fora desse mercado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários