Tamanho do texto

Grupo PSA prepara ofensiva para transformar em elétricos carros populares - que podem chegar ao Brasil. Saiba mais

Este texto começa com uma história: durante quase 20 anos o carro popular Corsa foi um grande sucesso no mercado brasileiro (quem não é assim tão jovem deve lembrar). Ele parou de ser fabricado e vendido por aqui na década passada, mas continua existindo na Europa com a montadora Opel. E vai se tornar elétrico no início de 2020.

LEIA MAIS: Nissan mostrará novo carro elétrico urbano no Salão de Tóquio

Corsa arrow-options
Divulgação
O Corsa-e é um veículo totalmente elétrico, que chega ao mercado europeu no início de 2020

A fábrica europeia anunciou  o lançamento da nova geração do Corsa  totalmente elétrico , inspirada pela experiência positiva do veículo elétrico Bolt, da General Motors, ex-proprietária dessa marca. A Opel fazia parte da GM e, em 2017, foi vendida para o grupo francês PSA, dono também de Peugeot, Citröen e Vauxhall.

LEIA MAIS: Volvo XC40 elétrico chegará ao Brasil com muita ênfase na segurança

Mas vamos ao detalhes: o novo Corsa-e virá equipado com uma bateria de 50 kWh, com autonomia de 330 km. Uma carga de 30 minutos pode aumentar a capacidade em 80% e a bateria tem garantia de oito anos ou 100 mil quilômetros. Produz até 136 cv de potência e tem 260 Nm de torque, bom para um carro elétrico urbano. Possui três modos de direção - Normal, Eco e Esporte.  Pode ir de 0 a 50 km/h em 2,8 segundos e de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos.

Corsa arrow-options
Divulgação
O Corsa tem uma história de 37 anos no mercado,agora renovado, representa novo marco na era da eletrificação

Será o carro popular da marca e estará disponível por 30 mil euros (cerca de 140 mil reais). Ou seja, hoje, o Corsa não é apenas um dos modelos de maior êxito na história automotiva recente, com vendas de cerca de 14 milhões de unidades nos últimos 37 anos, mas também representa um marco na ofensiva do grupo PSA em eletrificação. 

Peugeot 208 EV

Usando a mesma base elétrica do Corsa,  a Peugeot vai lançar o e-208, seu novo carro elétrico urbano, em 2020. Ainda não anunciou as especificações do seu trem de força 100% elétrico, mas o modelo deve ter o mesmo motor do Corsa.

208 arrow-options
Divulgação
O Peugeot e-208 já teve suas vendas iniciadas no site da marca na Europa, para entrega em 2020

O e-208 já teve sua pré-venda iniciada na Europa no site da Peugeot. Segundo a montadora, o design traz faróis de LED,  grade frontal quadriculada na cor do veículo e rodas em alumínio aerodinâmico aro 17 polegadas.

Oferecerá carregamento de eletricidade programável na tela sensível ao toque, localizada no painel do veículo, ou por meio de do aplicativo MyPeugeot no celular. O sistema avisa ainda o nível de carga e permite iniciar ou parar o carregamento a qualquer momento e até consultar o status do valor gasto. 

208 arrow-options
Divulgação
O e-208 tem um dispositivo para carregamento programável de eletricidade controlada por app no celular

LEIA MAIS: Ford quer vender um milhão de carros elétricos na Europa em 2020

O Peugeot e-208 será uma opção elétrica para concorrer com o Renault ZOE e o Nissan Leaf, ambos já vendidos no Brasil. Porém, a PSA ainda não confirmou os planos para o  País. Já a alternativa do Corsa elétrico do mesmo grupo e na mesma faixa de mercado é mais improvável, mas seria uma boa solução até porque seu nome é muito mais forte que o 208 entre os consumidores brasileiros.