Citroën C4
Divulgação
Novo Citroën C4 segue com foco no segmento dos SUVs, que cada vez mais cresce, mas agora adequando o modelo à tendência dos SUVs-cupês

A Citroën revela a nova geração do C4, que ganha formato de cupê e uma versão totalmente elétrica. O seu visual traz clara inspiração nos modelos do passado da marca francesa, mas une a ele atributos futuristas. Com a apresentação oficial agendada para o dia 30 de junho, o lançamento na Europa é esperado o final do ano e no começo de 2021 em outros mercados. Já no Brasil, deverá esperar um pouco mais, uma vez que o Cactus — modelo que será substituído pela novidade — foi lançado por aqui em 2018. Antes disso, o novo Peugeot 2008 deverá chegar ao Brasil, entre 2021 e 2022.

LEIA MAIS: Citroën C4 Cactus combina maturidade com personalidade forte

O novo Citroën C4 surge com traços ousados e polêmicos. A dianteira tem os LEDs superiores ligados à grade, enquanto os faróis principais ficam logo abaixo e ocupa um bom espaço na sua dianteira. Já na traseira, ela traz vincos com lanternas interligadas por uma barra preta, além de trazer um filete de LED e um aerofólio cortando a janela traseira. Ainda quanto à aparência, o estilo de cupê misturado com hatch de sua carroceria termina em um aerofólio. Em cada um dos elementos da sua estética, estão misturados os estilos que carros como BX, ZX, Xsara e o C4 hatch já traziam.

LEIA MAIS: VW T-Cross 1.0 enfrenta Citroën C4 Cactus 1.6 THP. Qual vence?

Interior

Citroën
Divulgação
Seu interior até que não é tão diferente do Cactus quanto o seu ousado exterior de SUV cupê, assim como VW Nivus e Renault Arkana

O interior já parte para uma proposta mais conservadora, sem mudar tanto do C4 Cactus atual. Conta com uma central multimídia horizontal, que continua a ser flutuante, mas agora está mais integrada ao painel por conta do acabamento em black piano que vai dos botões físicos até a lateral direita do display. Vem equipado com quadro de instrumentos digital, usando uma tela colorida, ao invés do esquema monocromático do modelo nacional. O volante também é novo, aparentemente mais fino do que o atual.

LEIA MAIS: Citroën C4 Cactus Feel Pack 1.6 enfrenta o renovado JAC T50 com câmbio CVT

Quanto às especificações técnicas, apenas teremos maiores confirmações em sua apresentação oficial. Entretanto, o que se sabe é que usa a plataforma modular CMP, na versão EMP1, compartilhada também pelos novos Peugeot 208 e 2008. A marca diz apenas que ele terá versões a gasolina, diesel e o elétrico ë-C4.

O mais provável é que o novo Citroën C4 ofereça os mesmos conjuntos mecânicos do 2008, que traz o motor 1.2 turbo de três cilindros, que gera 100 cv, 130 cv e 155 cv, enquanto o diesel será o 1.5 turbo nas versões de 100 cv e 120 cv. As transmissões podem ser a manual de seis marchas, ou automática, de oito. Já o ë-C4 deve contar com um motor elétrico de 136 cv e 26,5 kgfm, que tem autonomia de 310 km com suas baterias de 50 kWh.

    Veja Também

      Mostrar mais