Tamanho do texto

Versão com motor aspirado do SUV da marca francesa enfrenta o renovado chinês, que se destaca pelo espaço e itens de série. Qual vence?

Citroën C4 Cactus encara o rival JAC T50 CVT numa briga de SUVs compactos que não estão entre os líderes de vendas
Caue Lira/iG
Citroën C4 Cactus encara o rival JAC T50 CVT numa briga de SUVs compactos que não estão entre os líderes de vendas

Falou em SUV compacto, a variedade é grande no Brasil. Além dos protagonistas do segmento, existem os que estão um pouco mais abaixo no ranking de vendas, mas que também tem lá suas qualidades. Dois exemplos ficam por conta do Citroën C4 Cactus Feel Pack AT (R$ 84.990) e do JAC T50 (R$ 83.990), que acaba de chegar com algumas mudanças.

 LEIA MAIS: Citroën C4 Cactus enfrenta Hyundai Creta numa nova briga de SUVs compactos

O modelo chinês passou por uma reformulação na grade frontal, que adota o novo estilo da JAC na China. Em alguns ângulos, lembra muitos os rivais coreanos, principalmente na traseira. O que denuncia sua nacionalidade é o excesso de detalhes cromados, na grade, ao longo das portas e no para-choque traseiro, diferente do  Citroën C4 Cactus .

O T50 também surge com novo para-choque, agora mais esportivo e elegante. Em sua silhueta, onde as mudanças foram bem mais discretas, temos novas rodas de liga leve baseadas no modelo menor, o T40. Entretanto, o destaque do SUV chinês é o espaço interno, o que inclui porta-malas de 400 litros.

 Por sua vez, o Citroën se destaca pelo comportamento dinâmico, mais próximo de um hatch do que de um SUV . Isso se traduz em boa estabilidade nas curvas e disposição para acelerar, não com o mesmo vigor da versão  THP, mas com fôlego suficiente para enfrentar o trânsito do dia a dia com agilidade. 

Porém, não espere levar muita bagagem no porta-malas na hora de viajar com o Citroën. O C4 Cactus pode levar até 320 litros. Entretanto, o interior tem design moderno e conta com uma central multimídia razoável. Poderia ter funcionamento um pouco mais prático e rápido, além de vir com GPS embutido. Contudo, funciona bem com qualquer celular, tanto iOS quanto Android.

Citroën C4 Cactus tem mais fôlego

Citroën C4 Cactus parece mais um hatch que um SUV até na hora de acelerar, principalmente na estrada
Divulgação
Citroën C4 Cactus parece mais um hatch que um SUV até na hora de acelerar, principalmente na estrada

 Saindo dos principais prós e contras de ambos os SUVs e se concentrando na questão desempenho fica claro que Citroën leva vantagem. O JAC tem mais potência (138 cv ante 118 cv do C4), mas o ajuste tanto do motor 1.6 quanto do câmbio CVT prioriza o conforto e o menor consumo, deixando o carro lento, tanto em retomadas quanto acelerações.

 LEIA MAIS: Marcas chinesas dobram aposta para 2019. Saiba mais detalhes

No caso do C4 Catcus Feel, o carro vem com o bem conhecido motor 1.6 aspirado, que não tem tanto fôlego,mas se sai melhor que o rival chinês, sem nenhuma dúvida. Além disso, o JAC que tem 10 cm a mais de altura que o Citroën (1,63m ante 1,53 m do C4), o que torna o centro de gravidade mais alto e prejudica a estabilidade.

Embora seja mais alto, o T50 tem vão livre do solo menor (20 cm contra 22,5 cm do C4). Como consequência, fica mais difícil enfrentar obstáculos urbanos como valetas e lombadas sem correr o risco de raspar a parte de baixo da frente do SUV. Em contrapartida, a visibilidade a bordo do JAC é boa, inclusive a proporcionada pelos retrovisores retráteis eletricamente entre os itens de série.

Aliás, os equipamentos do T50 estão entre as principais qualidades do JAC. Destacamos o uso de bons materiais, com revestimento macio cobrindo a parte frontal do painel. A central multimídia flutuante, de oito polegadas, tem sistema rápido e intuitivo, com a possibilidade de parear celulares Android e iOS. A única ressalva fica por conta da aspereza da superfície da tela.  

Chave presencial, direção elétrica, computador de bordo, vidros com função "um toque", retrovisores elétricos rebatíveis e faróis com regulagem de altura do facho do farol são alguns dos itens que tornam o T50 um dos SUVs compactos mais equipados de série do segmento.

JAC T50 CVT tem desenho harmonioso, mas o desempenho é um ponto fraco do carro, que  tem falta de fôlego
Divulgação
JAC T50 CVT tem desenho harmonioso, mas o desempenho é um ponto fraco do carro, que tem falta de fôlego

Também não faltam itens de  segurança no T50. De série, há controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, sistema de assistência de frenagem e monitoramento da pressão dos pneus são alguns dos ítens que marcam presença. Porém, o renovado JAC T50 poderia, ao menos, contar com airbags de cortina, mas fica apenas com os dois frontais.

Na versão Feel Pack, o Citroën tem uma lista de equipamentos de série compatível com a do T50, mas o quadro de instrumentos digital é bem simples e as barras digitais do contagiros são bem pequenas, a ponto de serem quase imperceptíveis para quem dirige.

LEIA MAIS: AC T40 CVT: chegou a hora de comprar um carro chinês?

O que mais diferencia o C4 Cactus do T50 é, portanto, o melhor desempenho em qualquer situação, seja na cidade ou na estrada. Bom também é que o Citroën é flex e o JAC só pode ser abastecido com gasolina. Some-se a isso o tanque maior do modelo da marca francesa (55 litros ante 45 litros do T50) e você terá uma autonomia maior, principalmente na estrada. Levando em conta os dados de consumo divulgados pelo Inmetro, o C4 Cactus pode andar até 715 km na estrada, ante 517 km do T50, com gasolina.

Conclusão

Os dois SUVs compactos têm quase o mesmo preço e nível de equipamentos compatível. Mas o Citroën C4 Cactus sai com a vitória pelo melhor desempenho no âmbito geral, por ser flex e ter melhor autonomia. Faltou apenas um porta-malas mais espaçoso do C4 Cactus, algo que o T50 tem entre suas qualidades, como o bom equipamento.

Ficha técnica - Citroën C4 Cactus Feel Pack

Preço:  a partir de R$ 84.990

Motor: 1.6, quatro cilindros, flex

Potência: 118 cv (E) / 115 cv (G) a 5.750 rpm

Torque: 16 kgfm a 4.750 rpm

Transmissão:  Câmbio automático, seis marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambor na traseira

Pneus: 205/55 R17 

Dimensões: 4,17 m (comprimento) / 1,71 m (largura) / 1,56 m (altura), 2,60 m (entre-eixos)

Tanque : 55 litros

Porta-malas: 320 litros 

Consumo:  10,4 km/l (cidade) 13 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 12 segundos 

Vel. Max: 190 km/h

Ficha técnica - JAC T50 CVT

Preço:  a partir de R$ 83.990

Motor: 1.6, quatro cilindros, gasolina

Potência: 138 cv a 6.000 rpm

Torque: 17,1 kgfm a 4.000 rpm

Transmissão:  Automático CVT, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 205/55 R16 

Dimensões: 4,35 m (comprimento) / 1,77 m (largura) / 1,64 m (altura), 2,56 m (entre-eixos)

Tanque : 45 litros

Porta-malas: 400 litros

Consumo: 11,3 km/l (cidade) /11,5 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h:11,3 segundos 

Vel. Max: 198 km/h

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.