Fiat Cronos 1.3
Renato Maia/Falando de Carros
Fiat Cronos passa a ter apenas uma versão com câmbio automático de seis marchas, com motor 1.8, até que chegue a nova caixa CVT


A Fiat ainda não lançou a linha 2021 do sedã Cronos. Mas o modelo importado da Argentina já não aparece no site da marca em sua configuração 1.3 Drive com o câmbio automatizado GSR, que até então estava disponível por R$ 66.690. A partir de agora, quem quiser optar por um Cronos sem câmbio manual terá que levar obrigatoriamente o motor 1.8 E.torQ, que está disponível a partir da versão Drive 1.8 AT com preço de tabela R$ 73.990.


Nos últimos anos, o Cronos era o último modelo da Fiat a contar com o câmbio automatizado GSR, revelado em 2017 nos modelos Argo e Mobi. Era a última evolução do automatizado Dualogic, que por sua vez foi lançado em 2008 no Brasil e foi empregado em praticamente a todos os carros da gama brasileira da Fiat. Resquício de um tempo em que as caixas automáticas "puras" ainda não eram muito comuns entre os compactos.

O GSR trocava a alavanca por um seletor de marchas por botões, além de trazer a função "creeping" presente nos automáticos tradicionais. Apesar das melhorias, era ainda um típico câmbio manual automatizado com embreagem simples, que não se caracterizava pela suavidade no funcionamento e nem pelas trocas ágeis de marchas.

Fiat Cronos
Divulgação
O câmbio automatizado de embreagem simples definitivamente não é a melhor opção para um público cada vez mais exigente.


O câmbio GSR do Cronos 1.3 convivia com o automático de seis marchas usado nas configurações mais caras. A partir do ano que vem, a previsão é que as versões equipadas com o motor 1.3 Firefly passem a ser equipadas com um novo câmbio automático do tipo CVT.

    Veja Também

      Mostrar mais